quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Corinthians 100 anos de glória história e tradição de uma nação!





AQUI VOU DEIXAR OS 100 JOGOS MAIS IMPORTANTES E INESQUECIVEIS DA HISTÓRIA DO TODO PODEROSO, RELAÇÃO PEGUEI NO SITE TERRA.
E ANTES QUE EU ME ESQUEÇA :

CORINTHIANS HOJE VOCÊ COMPLETA 100 ANOS, EU, DESSES, VIVI 34. CHOREI. SORRI, VIBREI E SIMPLESMENTE ME APAIXONEI PELA HISTÓRIA, PARABÉNS ALVINEGRO, PARABÉNS À TRADIÇÃO DE UMA NAÇÃO!

1) Corinthians 1 x 0 Ponte Preta - Após 22 anos, 8 meses e 6 dias sem títulos, além de muito sofrimento na decisão contra a favorita Ponte, enfim o torcedor corintiano respira aliviado e volta a conquistar o Campeonato Paulista.

Data: 13/10/1977
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio do Morumbi - São Paulo/SP
Corinthians: Tobias, Zé Maria, Moisés, Ademir e Wladimir; Ruço, Basílio e Luciano; Vaguinho, Geraldão e Romeu. Técnico: Oswaldo Brandão
Ponte Preta: Carlos, Jair, Oscar, Polozi e Ângelo; Wanderlei, Marco Aurélio e Dicá; Lúcio, Rui Rei e Tuta (Parraga). Técnico: José Duarte
Gols: Corinthians - Basílio (37min do 2º tempo).

2) Corinthians 4 x 3 Palmeiras - Na época da fila e contra o forte time palmeirense, a goleada parecia inevitável, mas clube alvinegro dá a volta por cima e aplica a maior virada de todos os tempos sobre o arquirrival.

Data: 25/04/1971
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio do Morumbi - São Paulo/SP
Corinthians: Ado, Zé Maria, Luís Carlos, Sadi e Pedrinho; Tião e Rivelino; Lindóia (Natal), Samarone (Adãozinho), Mirandinha e Perí. Técnico: Franscisco Sarno
Palmeiras: Leão, Eurico, Baldochi, Luís Pereira e Dé. Dudu e Ademir da Guia; Fedato, Héctor Silva (Leivinha), César e Pio. Técnico: Rubens Minelli
Gols: César (35seg do 1º tempo), César (9min do 1º tempo), Mirandinha (5min do 2º tempo), Adãozinho (24min do 2º tempo), Leivinha (25min do 2º tempo), Tião (26min do 2º tempo) e Mirandinha (43min do 2º tempo).

3) Fluminense 1 (1) x (4) 1 Corinthians - A histórica invasão ao Maracanã na semifinal do Brasileiro, quando 70 mil corintianos tomaram conta das arquibancadas do estádio.

Data: 05/12/1976
Torneio: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio do Maracanã - Rio de Janeiro/RJ
Corinthians: Tobias, Zé Maria, Moisés, Zé Eduardo e Wladimir, Givanildo (Basílio), Ruço e Neca; Vaguinho, Geraldão (Lance) e Romeu. Técnico: Duque
Fluminense: Renato, Rubens Galaxe, Carlos Alberto Torres, Edinho e Rodrigues Neto; Carlos Alberto Pintinho, Cléber (Erivélto) e Rivelino; Gil, Doval e Dirceu. Técnico: Mário Travaglini
Gols: Carlos Alberto Pintinho (18min do 1º tempo) e Ruço (29min do 1º tempo).
Pênaltis: Fluminense - Doval. Corinthians - Neca, Ruço, Moisés e Zé Maria.

4) Corinthians 2 x 2 Real Madrid-ESP - Edílson dá show e Dida pega pênalti no final do mais emocionante duelo da campanha do primeiro título mundial.

Data: 07/01/2000
Torneio: Mundial de Clubes da Fifa
Local: Estádio do Morumbi - São Paulo/SP
Corinthians: Dida, Índio, João Carlos, Fábio Luciano e Kléber; Rincón, Vampeta (Edu), Ricardinho (Marcos Senna) e Marcelinho; Edílson e Luizão (Dinei). Técnico: Oswaldo de Oliveira
Real Madrid: Casilas, Salgado, Hierro, Karembeu e Roberto Carlos; Redondo, Guti (Morientes), Geremi (McManaman) e Raúl; Anelka e Sávio. Técnico: Vicente Del Bosque
Gols: Anelka (19min do 1º tempo), Edílson (28min do 1º tempo), Edílson (19min do 2º tempo) e Anelka (25min do 2º tempo).

5) Corinthians 1 x 0 São Paulo - De maneira sofrida, Corinthians vence seu primeiro título brasileiro, conquistado sobre o arquirrival em um Morumbi lotado.

Data: 06/12/1990
Torneio: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio do Morumbi - São Paulo/SP
Corinthians: Ronaldo, Giba, Marcelo, Guinei e Jacenir; Márcio, Wílson Mano e Tupãzinho; Neto (Ezequiel), Fabinho e Mauro (Paulo Sérgio). Técnico: Nelsinho
São Paulo: Zetti, Cafu, Antônio Carlos, Ivan e Leonardo; Flávio, Bernardo e Raí (Marcelo); Mário Tilico (Zé Teodoro), Eliel e Elivélton. Técnico: Telê Santana
Gols: Tupãzinho (9min do 2º tempo).

6) Corinthians 1 x 0 Barcelona-ESP - Uma pancadaria que dura 17 minutos toma conta do segundo tempo do embate decisivo, mas o time alvinegro consegue vencer o poderoso time espanhol e conquista a Pequena Taça do Mundo.

Data: 26/07/1953
Torneio: Pequena Taça do Mundo
Local: Estádio Olímpico - Caracas/VEN
Corinthians: Cabeção; Omero, Olavo (Julião), Idário (Sula); Goiano, Roberto; Cláudio, Luizinho (Nardo), Vermelho, Carbone e Mário. Técnico: José Castelli (Rato)
Barcelona: Velasco; Seguer, Segarra, Flotats; Biosca, Bosch; Basorá, César, Kubala, Moreno e Garcia. Técnico: Ferdnand Daucik.
Gols: Goiano (17min do 2º tempo).

7) Corinthians 0 (4) x (3) 0 Vasco - O primeiro título internacional oficial da história do Corinthians foi justo um Mundial e vem de maneira sofrida, contra o forte Vasco da Gama, de Romário, Juninho e Edmundo.

Data: 14/01/2000
Torneio: Mundial de Clubes da Fifa
Local: Estádio do Maracanã - Rio de Janeiro/SP
Corinthians: Dida, Índio, Adílson, Fábio Luciano e Kléber; Rincón, Vampeta (Gilmar), Ricardinho (Edu) e Marcelinho; Edílson (Fernando Baiano) e Luizão. Técnico: Oswaldo de Oliveira
Vasco: Hélton, Paulo Miranda, Odvan, Mauro Galvão e Gilberto; Amaral, Felipe (Alex Oliveira), Juninho (Viola) e Ramon (Donizete); Edmundo e Romário. Técnico: Antônio Lopes
Pênaltis: Corinthians - Freddy Rincón, Fernando Baiano, Luizão e Edu. Vasco - Romário, Alex Oliveira e Viola.

8) Corinthians 2 x 1 Peñarol-URU - Vitória emocionante na semifinal da Copa Rio, em uma das partidas mais violentas da história e contra o time que era base da seleção uruguaia, campeã no Brasil dois anos antes.

Data: 24/07/1952
Torneio: II Copa Rio
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Gylmar; Murilo 9Homero), Julião, Idário; Goiano, Roberto; Cláudio, Luizinho, Baltazar (Gatão), Carbone e Mário. Técnico: José Castelli (Rato)
Peñarol: Peveira Natero; Davoine, Carrizo, Rodríguez Andrade; Obdúlio Varela, Romero Rodriguez; Ghiggia, Abaddie (Holberg), Miguez, Schiaffino, Vidal (Juan Cárloz Gonzales). Técnico: Juan López.
Gols: Ghiggia (12min do 1º tempo), Cláudio (18min do 1º tempo) e Cláudio (pênalti - 29min do 1º tempo).

9) Corinthians 1 x 1 Palmeiras - Histórica final do Campeonato Paulista de 1954, quando o time alvinegro se sagrou campeão do IV Centenário da cidade de São Paulo, no que foi o último título antes da fila.

Data: 06/02/1955
Torneio: Campeonato Paulista de 1954
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Gilmar, Homero e Alan; Idário, Goiano e Roberto Belangero; Cláudio, Luizinho, Baltazar, Rafael e Simão. Técnico: Oswaldo Brandão
Palmeiras: Laércio, Manoelito e Cação; Nilo, Waldemar Fiúme e Dema; Liminha, Humberto, Nei, Jair Rosa Pinto e Rodrigues. Técnico: Aymoré Moreira
Gols: Luizinho (9min do 1º tempo) e Nei (6 min do 2º tempo).

10) Corinthians 2 x 0 Santos - Inesquecível quebra do tabu de 11 anos sem vencer o Santos - na época liderado pelo carrasco corintiano Pelé - em Campeonatos Paulistas.

Data: 06/03/1968
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Diogo, Osvaldo Cunha, Ditão, Luís Carlos (Clóvis) e Maciel; Édson Cegonha e Rivelino; Buião, Paulo Borges, Flávio e Eduardo. Técnico: Lula
Santos: Cláudio, Carlos Alberto Torres, Ramos Delgado, Joel (Oberdã) e Rildo; Lima e Negreiros; Kaneko, Toninho, Pelé e Edu. Técnico: Antoninho
Gols: Paulo Borges (13min do 2º tempo) e Flávio (31min do 2º tempo).

11) Palmeiras 1 x 0 Corinthians - A fila parecia que teria fim nesse jogo, mas o arquirrival alviverde acaba com o sonho de por fim ao tabu de 20 anos sem títulos.

Data: 22/12/1974
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio do Morumbi - São Paulo/SP
Corinthians: Buttice, Zé Maria, Brito, Ademir, Wladimir, Tião, Rivelino, Vaguinho, Zé Roberto (Ivan), Lance, Adãozinho (Pita). Técnico: Silvio Pirilo
Palmeiras: Leão, Jair Gonçalves, Luís Pereira, Alfredo Mostarda, Zeca, Dudu, Ademir da Guia, Edu, Ronaldo, Leivinha, Nei. Técnico: Osvaldo Brandão
Gols: Ronaldo (24 do 2º tempo).

12) Palmeiras 3 (5) x (4) 2 Corinthians - Após vitória por 4 a 3 na ida e triunfo parcial de 2 a 1 na volta, time alvinegro leva a virada e sofre sua segunda queda seguida para o arquirrival na Libertadores, agora na semifinal.

Data: 06/06/2000
Torneio: Copa Libertadores da América
Local: Estádio do Morumbi - São Paulo/SP
Corinthians: Dida; Daniel (Índio), Fábio Luciano, Adílson e Kléber; Vampeta, Edu, Ricardinho e Marcelinho; Edílson e Luizão (Dinei). Técnico: Oswaldo de Oliveira.
Palmeiras: Marcos; Rogério, Argel, Roque Júnior e Júnior; César Sampaio (Tiago), Galeano e Alex; Pena (Luiz Cláudio), Marcelo Ramos e Euller (Asprilla). Técnico: Luiz Felipe Scolari.
Gols: Euller (34min do 1º tempo), Luizão (38min do 1º tempo), Luizão (4min do 2º tempo), Alex (15min do 2º tempo) e Galeano (27min do 2º tempo).
Pênaltis: Palmeiras - Marcelo Ramos, Roque Júnior, Alex, Asprilla e Júnior. Corinthians - Ricardinho, Fábio Luciano, Dinei e Índio.

13) Grêmio 1 x 1 Corinthians - Fatídica partida do rebaixamento à Série B do Brasileiro, quando apenas uma vitória interessava para se manter na elite nacional.

Data: 02/12/2007
Torneio: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Olímpico - Porto Alegre/RS
Corinthians: Felipe; Betão, Zelão e Fábio Ferreira; Carlos Alberto, Bruno Octávio (Arce), Vampeta (Éverton), Moradei e Éverton Ribeiro (Ailton); Lulinha e Clodoaldo. Técnico: Nelsinho Batista
Barcelona: Marcelo Grohe; Patrício, Léo, William e Bustos (Anderson); William Magrão, Tcheco (Tuta), Diego Souza e Ramon (Sandro Goiano); Jonas e Marcel. Técnico: Mano Menezes
Gols: Jonas (1min do 2º tempo) e Clodoaldo (29min do 1º tempo).

14) Fluminense 2 x 2 Corinthians - Desfalcado de quatro titulares, todos massacrados pela violência do Peñarol na semifinal, Corinthians é vice da Copa Rio, após derrota por 2 a 0 no jogo de ida da decisão.

Data: 06/03/1968
Torneio: II Copa Rio
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Gilmar; Homero e Olavo; Idário (Sula), Goiano e Julião; Cláudio, Luizinho (Souzinha), Carbone, Jackson e Colombo. Técnico: Rato
Fluminense: Castilho; Píndaro e Pinheiro (Nestor); Jair, Édson e Bigode; Telê (Róbson), Didi, Marinho, Orlando Pingo de Ouro e Quincas. Técnico: Zezé Moreira
Gols: Didi (10min do 1º tempo), Jackson (11min do 2º tempo), Marinho (25min do 2º tempo) e Souzinha (44min do 2º tempo).

15) Corinthians 2 x 0 Paulistano - Campeão do I Centenário da Independência do Brasil e título que inaugurou o primeiro tricampeonato paulista da história do clube alvinegro.

Data: 04/02/1923
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio da Floresta - São Paulo/SP
Corinthians: Mário, Rafael, Del Debbio, Gelindo, Amílcar, Ciasca, Peres, Neco, Gambarotta, Tatu e Rodrigues. Técnico: Guido Giacominelli
Paulistano: Arnaldo, Clodoaldo, Guarany, Menezes, J. Franco, Abate, Formiga, Mário Andrada, Friedenreich, Zecchi e Alfredinho. Técnico: Não disponível
Gols: Tatu (2min do 1º tempo) e Gambarotta (17min do 2º tempo).

16) Barcelona-ESP 1 x 2 Corinthians - No mais longo jogo dos 100 anos do Corinthians, a partida durou 150 minutos (houve duas prorrogações) até que alguém saísse vencedor, e o time alvinegro se sagrou campeão na Espanha.

Data: 17/08/1969
Torneio: IV Copa Costa Del Sol
Local: Estádio La Rosalera - Málaga/ESP
Corinthians: Alexandre (Diogo); Polaco, Ditão, Luis Carlos; Pedro Rodrigues (Miranda), Dirceu Alves; Suingue, Carlinhos (Tião), Benê, Servílio (Tales) e Adan. Técnico: Dino Sani
Palmeiras: Reina; Torres, Gallego, Eládio; Rife, Ramoni; Reixach, Zaldua, Bustillo, Zebalza (Castro) e Pujol (Palau). Técnico: Salvador Artigas
Gols: Zaldua (12min do 1º tempo), Adnan (20min do 1º tempo) e Benê (7min do 2º tempo da 2ª prorrogação).

17) Corinthians 4 x 7 Santos - Em um duelo cheio de viradas, Pelé faz cinco gols carrega o Santos a uma emocionante vitória que acabou em goleada no Pacaembu.

Data: 06/12/1964
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Heitor; Ari Ercílio, Batista e Ari Clemente; Amaro e Clóvis; Ferreirinha, Luizinho, Silva, Flávio e Bazzani. Técnico: Osvaldo Brandão
Santos: Gilmar; Ismael, Modesto e Lima; Zito e Haroldo; Toninho, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe. Técnico: Lula
Gols: Ferreirinha (6min do 1º tempo), Pelé (17min do 1º tempo), Bazzani (27min do 1º tempo), Pepe (33min do 1º tempo), Pelé (4min do 2º tempo), Pelé (11min do 2º tempo), Pelé (16min do 2º tempo), Silva (31min do 2º tempo), Coutinho (38min do 2º tempo), Pelé (44min do 2º tempo) e Silva (45min do 2º tempo).

18) Real Madrid-ESP 1 (3) x (2) 1 Corinthians - No tradicional torneio espanhol, o hexacampeão europeu pena para vencer o time brasileiro na semifinal, mas Gento acaba derrotando Garrincha e Rivellino nos pênaltis.

Data: 03/09/1966
Torneio: Troféu Ramón de Carranza
Local: Estádio Ramón de Carranza - Cádiz/ESP
Corinthians: Heitor; Jair Marinho, Ditao, Edson Cegonha; Clóvis Pinheiro dos Santos, Nair; Garrincha (Marcos), Tales, Flavio Minuano, Rivellino e Gilson Porto. Técnico: Filpo Nuñes
Real Madrid: Araquistaín (Betancourt); Pachín, De Felipe, Sanchís; Pirri, Zoco; Serena, Amancio, Grosso, Velázquez e Gento. Técnico: Não Divulgado
Gols: Gento (27min do 1º tempo) e Tales (43min do 1º tempo).
Pênaltis: Real Madrid - Grosso, Amancio e Serena. Corinthians - Nair e Marcos.

19) Vasco 2 x 3 Corinthians - No encontro do campeão paulista contra o campeão carioca, Corinthians derrota o forte Vasco, em jogo que rendeu o apelido de Campeão dos Campeões, presente no hino do clube paulistano.

Data: 23/02/1930
Torneio: Taça Apea (Associação Paulista de Esportes Atléticos) - Campeão Carioca x Campeão Paulista
Local: Estádio São Januário - Rio de Janeiro/RJ
Corinthians: Tuffy; Rafael, Del Debbio, Nerino; Guimarães, Munhoz; Filó, Peres, Gambinha, Rato e De Maria. Técnico: Virgilio Montarini
Vasco: Waldermas; Brilhante, Itália, Tinoco; Fausto, Mola; Paschoal, Peres, Russinho, Mário Mattos e Bahiano. Técnico: Harry Welfare
Gols: Rivaldo (44min do 1º tempo), Rivaldo (18min do 2º tempo), Edmundo (21min do 2º tempo) e Marques (23min do 2º tempo).

20) Santos 2 x 5 Corinthians - Em mais uma virada no clássico, o Corinthians vai para cima e goleia a equipe santista em plena Vila Belmiro, em confronto que determinou o segundo tri do Paulista.

Data: 04/01/1931
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio da Vila Belmiro - Santos/SP
Corinthians: Tuffy; Grané, Del Debbio, Leone; Guimarães, Munhoz; Filó, Napoli, Gambinha, Rato e De Maria. Técnico: Virgílio Montarini
Santos: Athiê; Aristides, Meira, Oswaldo; Hugo, Alfredo; Omar, Camarão, Feitiço, Victor e Evangelista. Capitão: Feitiço
Gols: Feitiço (2min do 1º tempo), Gambinha (20min do 2º tempo), Filó (27min do 2º tempo), De Maria (14min do 2º tempo), Gambinha (16min do 2º tempo), Napoli (27min do 2º tempo) e Victor (35min do 2º tempo).

21) Corinthians 4 x 1 Flamengo - Após derrota por 2 a 0 no jogo de ida das quartas de final do Campeonato Brasileiro, Corinthians consegue uma virada histórica em cima do atual campeão nacional.

Data: 06/05/1984
Torneio: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio do Morumbi - São Paulo/SP
Corinthians: Carlos; Édson, Mauro, Juninho, Wladimir; Paulinho, Sócrates (Wágner), Zenon, Biro-Biro; Casagrande e Eduardo (Ataliba). Técnico: Jorge Vieira
Flamengo: Fillol; Leandro, Figueiredo, Mozer, Júnior; Bigu, Élder (João Paulo), Lico (Nunes), Adílio; Edmar e Bebeto. Técnico: Cláudio Garcia
Gols: Biro-Biro (32min do 1º tempo), Wladimir (38min do 1º tempo), Édson (7min do 2º tempo), Ataliba (14min do 2º tempo) e Paulinho (contra - 21min do 2º tempo).

22) Corinthians 0 x 1 União Lapa - O primeiro jogo da história do clube foi uma derrota, mas ficou marcado como o embate de estreia da nova agremiação, que viria a ser a mais popular do Estado de São Paulo.

Data: 10/09/1910
Torneio: Amistoso
Local: Várzea da Lapa
Corinthians: Valente; Perrone, Atlílio; Lepre, Alfredo e Police; João da Silva, Jorge Campbell, Fabbi, César Nunes e Joaquim Ambrósio. Técnico: Rafael Perrone.
União Lapa: Não disponível
Gols: Não disponível

23) Corinthians 7 x 1 Santos - Liderado por um inspirado argentino Carlos Tevez, Corinthians decreta uma goleada impiedosa goleada sobre o rival santista, em resultado que marcou a campanha do tetra Brasileiro.

Data: 06/11/2005
Torneio: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Fábio Costa; Eduardo Ratinho, Marinho, Bruno Octávio (Wescley); Wendel, Marcelo Mattos, Hugo, Rosinei (Dinélson); Nilmar e Tevez (Jô). Técnico: Antônio Lopes
Santos: Saulo; Kléber, Halisson (Wendel), Rogério Conceição, Paulo César; Fabinho (Mateus), Giovanni, Heleno, Ricardinho; Geílson e Luizão (Basílio). Técnico: Nelsinho Batista
Gols: Rosinei (1min do 1º tempo), Geílson (8min do 1º tempo), Tevez (19min do 1º tempo), Tevez (36min do 1º tempo), Tevez (7min do 2º tempo), Nilmar (12min do 2º tempo), Nilmar (31min do 2º tempo) e Marcelo Mattos (45min do 2º tempo).

38) Corinthians 1 x 0 Palmeiras - Equipe alviverde era a melhor do Estado, mas presidente corintiano Vicente Matheus para o campeonato e time alvinegro bate o favorito na semi, com gol de canela de Biro-Biro.

Data: 30/01/1980
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio do Morumbi - São Paulo/SP
Corinthians: Jairo, Zé Maria, Mauro, Amaral, Wladimir, Caçapava, Biro-Biro, Palhinha, Piter (Vaguinho), Sócrates, Romeu Cambalhota (Geraldão). Técnico: Jorge Vieira
Palmeiras: Gilmar, Rosemiro, Marinho Peres (Silva), Polozzi, Pedrinho Vicençote, Pires, Mococa, Jorge Mendonça (Carlos Alberto Seixas), Zé Mário, César, Baroninho. Técnico: Telê Santana
Gols: Biro-Biro (7min do 1º tempo).

25) Corinthians 2 (2) x (4) 0 Palmeiras - Em partida emocionante, time alvinegro consegue devolver os 2 a 0 do jogo de ida, mas sofre nos pênaltis sua primeira queda contra o arquirrival na Libertadores, nas quartas.

Data: 12/05/1999
Torneio: Copa Libertadores da América
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Maurício; Índio (Rodrigo), Gamarra, Nen&ecric; e Silvinho; Vampeta, Rincón, Marcelinho e Ricardinho (Amaral); Edílson e Fernando Baiano (Dinei). Técnico: Oswaldo de Oliveira.
Palmeiras: Marcos; Arce, Júnior Baiano, Cléber e Júnior; Galeano (Euller), César Sampaio, Alex (Rogério) e Zinho; Paulo Nunes e Oséas (Evair). Técnico: Luiz Felipe Scolari
Gols: Edílson (31min do 1º tempo) e Ricardinho (9min do 2º tempo).
Pênaltis: Palmeiras - Arce, Evair, Rogério e Zinho. Corinthians - Rincón e Silvinho.
26) Corinthians 3 x 1 Barracas-ARG - O primeiro triunfo internacional do clube deu origem ao Mosqueteiro, mascote do clube até hoje, pela "fibra de mosqueteiro" demonstrada pelos jogadores corintianos.

Data: 01/05/1929
Torneio: Amistoso
Local: Estádio do Parque São Jorge - São Paulo/SP
Corinthians: Tuffy; Grané e Del Debbio; Nerino, Amador e Bastos; Apparício, Peres, Gambinha, Rato e Rodrigues. Técnico: Virgílio Montarini
Barracas: Dias; Muyano e Cherro; Clemente, Celico e Amadei; Marassi, Luna, Landolfi, Simosini e Rivarola.
Gols: Landolfi, Apparício, Rodrigues, Rato (2º tempo).

27) Internacional 2 x 0 Corinthians - Após passagem heroica à decisão, perda do título brasileiro e mais um ano de jejum (completavam-se 22) na fila.

Data: 12/12/1976
Torneio: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio do Beira-Rio - Porto Alegre/RS
Corinthians: Tobias, Zé Maria, Moisés, Zé Eduardo e Wladimir; Givanildo e Ruço; Vaguinho, Neca, Geraldo e Romeu. Técnico: Duque
Internacional: Manga, Cláudio, Figueroa, Marinho e Vacaria; Caçapava e Falcão; Valdomiro, Batista, Dario e Lula. Técnico: Rubens Minelli
Gols: Dario (29min do 1º tempo) e Valdomiro (12min do 2º tempo)

28) Corithians 3 x 1 Roma-ITA - Memorável duelo da conquista da Pequena Taça do Mundo; foi o último da campanha de seis jogos, que acabou com um retrospecto invicto de seis triunfos do time brasileiro.

Data: 01/08/1953
Torneio: Pequena Taça do Mundo
Local: Estádio Olímpico de Caracas - Caracas/VEN
Corinthians: Cabeção, Homero e Olavo; Idário(Sula), Goiano(Julião) e Roberto; Cláudio, Luizinho, Vermelho, Carbone e Mário(Souzinha) . Técnico: Rato
Roma: Moro, Venturi II e Trere; Garderello, Bortoletto e Ventiri I; Perissinotto, Pandolfini, Galli, Bronee e Gighia
Gols: Cláudio (29min do 1º tempo) , Galle (30min do 1º tempo), Luizinho (9min do 2º tempo) e Luizinho (32min do 2º tempo).

29) Corinthians 1 x 3 Palmeiras - Primeiro jogo da final do Brasileiro; perda do título para o arquirrival nesse embate, já que na volta o empate por 1 a 1 foi insuficiente para conquistar o troféu.

Data: 06/05/1994
Torneio: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio do Morumbi - São Paulo/SP
Corinthians: Ronaldo; Paulo Roberto, Pinga (Gralak), Henrique, Branco; Zé Elias, Luizinho, Marcelinho Paulista, Souza; Marcelinho Carioca e Viola. Técnico: Jair Pereira
Palmeiras: Veloso; Cláudio, Antonio Carlos, Cleber, Roberto Carlos; Cesar Sampaio, Flavio Conceição, Zinho, Rivaldo; Edmundo (Amaral) e Evair. Técnico: Vanderlei Luxemburgo
Gols: Rivaldo (44min do 1º tempo), Rivaldo (18min do 2º tempo), Edmundo (21min do 2º tempo) e Marques (23min do 2º tempo).

30) Corinthians 3 x 1 Palmeiras - O Palestra trocou de nome e foi campeão paulista, restava o jogo contra o Corinthians, que carimba a faixa do arquirrival e evita a conquista invicta, no primeiro clássico contra o novo Palmeiras.

Data: 04/10/1942
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Rato; Dedão e Chico Preto; Jango, Brandão e Dino; Jerônimo, Milani, Servílio, Eduardinho e Hércules. Técnico: José Castelli (Rato)
Palmeiras: Oberdan; Junqueira e Begliomini; Zezé Procópio, Og, Moreira e Del Nero; Cláudio, Waldemar, Echevarrieta, Villadôniga e Lima. Técnico: Del Debbio
Gols: Lima (5min do 1º tempo), Hércules (13min do 1º tempo), Milani (pênalti - 23min do 1º tempo), Begliomini (contra - 28min do 1º tempo).

31) Corinthians 2 x 0 Cruzeiro - O bi do Campeonato Brasileiro em cima do Cruzeiro, em uma campanha impecável liderada por Marcelinho e com show de Dinei nas finais.

Data: 23/12/1998
Torneio: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio do Morumbi - São Paulo/SP
Corinthians: Nei; Índio, Batata (Cris), Gamarra, Sylvinho; Ricardinho (Amaral), Vampeta, Rincón, Marcelinho; Edílson e Mirandinha (Dinei). Técnico: Vanderlei Luxemburgo
Cruzeiro: Dida; Gustavo (Alex Alves), Marcelo Djian, João Carlos, Gilberto; Valdir (Marcelo Ramos), Ricardinho (Caio), Valdo, Djair; Müller e Fábio Júnior. Técnico: Levir Culpi
Gols: Edílson (25min do 2º tempo) e Marcelinho (35min do 2º tempo).

32) Corinthians 0 x 0 Atlético-MG - O tri do Campeonato Brasileiro em mais uma temporada marcante, com o maior meio de campo da história do clube: Vampeta, Rincón, Marcelinho e Ricardinho.

Data: 22/12/1999
Torneio: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio do Morumbi - São Paulo/SP
Corinthians: Dida; Índio, Márcio Costa, João Carlos, Kléber; Gilmar (Edu), Rincón, Vampeta (Marcos Senna), Ricardinho; Edílson e Marcelinho (Dinei). Técnico: Oswaldo de Oliveira
Atlético-MG: Velloso; Bruno, Cláudio Caçapa, Galván, Ronildo; Gallo, Valdir (Mancini), Belletti, Robert (Adriano); Lincoln (Hernani) e Guilherme. Técnico: Humberto Ramos

33) Grêmio 0 x 1 Corinthians - A primeira Copa do Brasil em cima do algoz Grêmio conquistada em pleno Estádio Olímpico.

Data: 21/06/1995
Torneio: Copa do Brasil
Local: Estádio Olímpico - Porto Alegre/RS
Corinthians: Ronaldo, André Santos (Vítor), Célio Silva, Henrique e Silvinho; Zé Elias, Bernardo, Marcelinho e Souza; Viola e Marques (Tupãzinho). Técnico: Eduardo Amorim
Grêmio: Danrlei, Arce,Adílson, Rivarola e Carlos Miguel; Dinho (Alexandre), Gélson, Luíz Carlos Goiano e Arílson; Paulo Nunes e Jardel. Técnico: Luis Felipe Scolari
Gols: Marcelinho (26min do 2º tempo).

34) Corinthians 4 x 0 Campos Elyseos - O primeiro Campeonato Paulista, após apenas quatro anos da fundação corintiana.

Data: 08/11/1914
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Parque Antarctica - São Paulo/SP
Corinthians: Aristides, Fúlvio, Casemiro Gonzaléz, Police, Bianco, César Nunes, Américo, Peres, Amílcar, Apparício e Neco. Técnico: Casemiro Gonzaléz
Campos Elyseos: Baptista, Miguel, Pacheco, Delascio, Severino, Bartholomeu, Alexandre, Dante, Mariano, Octacílio e Felix. Técnico: Não disponível
Gols: Apparício, Neco, Police e Peres.

35) Internacional 2 x 2 Corinthians - A forte equipe montada por Mano Menezes, com um inspirado Ronaldo no ataque, celebra o terceiro título corintiano na Copa do Brasil.

Data: 01/07/2009
Torneio: Copa do Brasil
Local: Estádio Beira-Rio - Porto Alegre/RS
Corinthians: Felipe; Alessandro, William, Chicão e André Santos (Diego); Cristian (Boquita), Elias e Douglas; Jorge Henrique, Ronaldo e Dentinho (Jean). Técnico: Mano Menezes
Internacional: Lauro; Bolívar (Danilo Silva), Índio, Danny Morais e Kleber; Magrão, Guiñazu, Glaydson (Alecsandro) e D'Alessandro; Taison (Andrezinho) e Nilmar. Técnico: Tite
Gols: Jorge Henrique (20min do 1º tempo), André Santos (28min do 1º tempo), Alecsandro (25min do 2º tempo) e Alecsandro (29min do 2º tempo)

36) Corinthians 2 x 1 Santos - O Santos estava classificado à decisão até os 48min do segundo tempo, quando Ricardinho acertou um chute milimetro de fora da área e decretou uma virada histórica no último segundo de jogo.

Data: 13/05/2001
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio do Morumbi - São Paulo/SP
Corinthians: Maurício, Rogério, João Carlos, Fábio Luciano e Kléber (Andrezinho); Otacílio (Marcos Senna), André Luís, Ricardinho e Marcelinho; Ewerthon e Paulo Nunes. Técnico: Vanderley Luxemburgo
Santos: Fábio Costa, Russo, Galván, Claudiomiro e Léo; Paulo Almeida, Rincón, Renato e Robert; Dodô (Caio) e Deivid (André Luís). Técnico: Geninho
Gols: Renato (34min do 1º tempo), Marcelinho (35min do 1º tempo) e Ricardinho (48min do 2º tempo)

37) Corinthians 4 x 1 Santos - O terceiro tricampeonato conquistado sobre o rival alvinegro, no que é até hoje um recorde na competição paulista.

Data: 31/12/1939
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio Parque São Jorge - São Paulo/SP
Corinthians: Joel, Jango, Dedão, Sebastião, Brandão, Munhoz, Lopes, Servílio, Teleco, Joane e Carlinhos. Técnico: Armando Del Debbio
Santos: Talladas, Neves, Vanderlino, Figueira, Gradim, Laurindo, Bazzone, Moran, Raul, Remo e Tom Mix. Técnico: Isaac Goldenberg
Gols: Teleco (30min do 1º tempo), Teleco (13min do 2º tempo), Carlinhos (22min do 2º tempo), Carlinhos (35min do 2º tempo) e Raul (2º tempo).

38) Corinthians 4 x 3 Flamengo - Partida que colocou um ponto final na pior sequência da história do clube, que passou 15 jogos (4 meses) sem uma única vitória.

Data: 24/01/2001
Torneio: Torneio Rio-São Paulo
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Gléguer, Índio, Avalos, Sheidt e André Luis (Kléber); Gallo (Márcio Costa), Rogério, Ricardinho e Marcelinho; Gil e Luizão (Andrezinho). Técnico: Darío Pereyra
Flamengo: Júlio César, Alessandro, Juan, Gamarra e Marco Antônio; Leandro Ávila, Jorginho, Beto e Iranildo (Roma); Edílson e Reinaldo. Técnico: Zagallo
Gols: Luizão (13min do 1º tempo), Juan (30min do 1º tempo), Luizão (2min do 2º tempo), Jorginho (15min do 2º tempo), Luizão (16min do 2º tempo), Ricardinho (24min do 2º tempo) e Alessandro (33min do 2º tempo).

39) Corinthians 2 x 0 Ceará - Com uma impecável temporada na segunda divisão, Corinthians volta para a primeira divisão do Brasileiro.

Data: 25/10/2008
Torneio: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Parque São Jorge - São Paulo/SP
Corinthians: Felipe; Alessandro (Carlos Alberto), William, Chicão e André Santos; Cristian, Elias, Douglas (Lulinha) e Morais (Wellington Saci); Dentinho e Herrera. Técnico: Mano Menezes
Ceará: Adílson; Dedé, Fabrício, Dezinho e Jorge Guerra; Michel (Mancuso), Chicão, Cleisson, Marcos Paraná (Éderson) e Cadu; Sérgio Alves (Charles Chad). Técnico: Lula Pereira
Gols: Douglas (8min do 1º tempo) e Chicão (4min do 2º tempo).

40) Corinthians 3 x 1 Santos - Campeão paulista invicto e show de Ronaldo na decisão, que marcou dois gols - um deles antológico - em plena Vila Belmiro.

Data: 26/04/2009
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio da Vila Belmiro - Santos/SP
Corinthians: Felipe; Alessandro, Chicão, William e André Santos; Cristian (Túlio), Elias, Douglas (Boquita) e Morais; Jorge Henrique (Fabinho) e Ronaldo. Técnico: Mano Menezes
Santos: Fábio Costa; Luizinho, Fabão, Fabiano Eller e Triguinho (Maikon Leite); Pará, Germano, Paulo Henrique Lima (Robson) e Madson; Neymar e Kléber Pereira (Roni). Técnico: Vágner Mancini
Gols: Chicão (16min do 1º tempo), Ronaldo (25min do 1º tempo), Triguinho (16min do 2º tempo) e Ronaldo (31min do 2º tempo).

41) Brasiliense 1 x 1 Corinthians - A segunda Copa do Brasil em cima da zebra Brasiliense, que eliminou Fluminense e Atlético-MG nas fases anteriores com triunfos contundentes.

Data: 15/05/2002
Torneio: Copa do Brasil
Local: Estádio Boca do Jacaré - Taguatinga/DF
Corinthians: Dida; Rogério, Anderson, Fabio Luciano e Kléber; Vampeta (Fabinho), Fabrício Souza, Ricardinho, Leandro (Renato); Gil e Deivid. Técnico: Carlos Alberto Parreira
Brasiliense: Donizeti; Aldo, Thiago e Emerson Avila; Maurício (Lê), Carioca, Gil Baiano, Moisés (Rodrigo Ayres) e Wellington Dias; Evandro e Jackson (Weldon). Técnico: Péricles Chamusca
Gols: Wellington Dias (41min do 1º tempo) e Deivid (19min do 2º tempo).

42) Palmeiras 1 x 1 Corinthians - Ronaldo ainda era numa incógnita, mas entra no final do duelo tempo e empata o confronto aos 48min do 2º tempo, no que foi seu primeiro gol com a camisa corintiana.

Data: 08/03/2009
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio Eduardo José Farah - Presidente Prudente/SP
Corinthians: Felipe; Chicão, William e Escudero (Ronaldo); Fabinho (Alessandro), Cristian, Elias, Douglas e André Santos; Jorge Henrique e Souza (Dentinho). Técnico: Mano Menezes
Palmeiras: Bruno; Maurício Ramos, Danilo e Marcão; Fabinho Capixaba, Pierre, Sandro Silva (Jumar), Cleiton Xavier, Diego Souza (Willians) e Armero; Keirrison (Marquinhos). Técnico: Vanderlei Luxemburgo
Gols: Diego Souza (3min do 2º tempo) e Ronaldo (47min do 2º tempo).

43) Corinthians 10 x 1 Tiradentes-PI - De virada, Sócrates comanda o Corinthians rumo a maior goleada em Campeonatos Brasileiros.

Data: 09/02/1983
Torneio: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio do Canindé - São Paulo/SP
Corinthians: Solito, Alfinete, Mauro, Daniel González e Waldimir; Paulinho, Sócrates e Zenon (Eduardo); Biro-Biro, Ataliba (Vidotti) e Paulo Egídio. Técnico: Mário Travaglini
Tiradentes: Neto, Valdinar, Baiano, Vágner e Zezé (Jeová); Zuega, Sabará e Hélio Rocha (Etevaldo); Luís Sérgio, Durval e Joniel. Técnico: Albertino de Paula
Gols: Sabará (18min do 1º tempo), Sócrates (24min do 1º tempo), Sócrates (31min do 1º tempo), Biro-Biro (37min do 1º tempo), Sócrates (42min do 1º tempo), Paulo Egídio (44min do 1º tempo), Ataliba (4min do 2º tempo), Wladimir (8min do 2º tempo), Paulo Egídio (17min do 2º tempo), Sócrates (33min do 2º tempo) e Vidotti (42min do 2º tempo).

44) Corinthians 1 x 0 Paulistano - O primeiro tri estadual veio justamente contra o forte Paulistano, maior time paulista da época.

Data: 11/01/1925
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio Jardim América - São Paulo/SP
Corinthians: Colombo; Grané, Pinheiro, Gelindo; Gambarotta, Rafael; Apparício, Neco, Napoli, Tatu e Rodrigues. Técnico: Guido Giacominelli
Paulistano: Kuntz; Clodoaldo, Caetano, Abatte; Mello, Villela; Formiga, Mário Andrada, Friedenreich, Seixas e Netinho. Técnico: Não disponível
Gols: Tatu (29min do 2º tempo).

45) Corinthians 2 x 1 Palmeiras - Ambos tinham 20 troféus de Campeonatos Paulistas e, após seguidas derrotas em decisões para o rival, vingança vem com gol de Elivélton e título sofrido na prorrogação.

Data: 06/08/1995
Torneio: Copa do Brasil
Local: Estádio do Morumbi - São Paulo/SP
Corinthians: Ronaldo; André Santos (Vitor), Célio Silva, Henrique e Silvinho; Zé Elias, Bernardo, Souza (Tupãzinho) e Marcelinho; Viola e Marques (Elivélton). Técnico: Eduardo Amorim
Palmeiras: Velloso; Índio, Antônio Carlos, Cléber e Roberto Carlos (Flávio Conceição); Amaral, Mancuso, Edílson (Válber) e Rivaldo; Alex Alves (Nilson) e Muller. Técnico: Carlos Alberto Silva
Gols: Nilson (11min do 2º tempo), Marcelinho (15min do 2º tempo), Elivélton (12min do 2º tempo da prorrogação)

46) Corinthians 2 x 1 Flamengo - Melhor time da primeira fase, Corinthians sofre dolorosa queda frente ao Flamengo nas oitavas de final da Libertadores, disputada no ano do Centenário.

Data: 05/05/2010
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Felipe; Alessandro (Paulinho), Chicão, William e Roberto Carlos; Ralf, Elias (Jucilei) e Danilo; Dentinho, Ronaldo e Jorge Henrique (Iarley). Técnico: Mano Menezes
Flamengo: Bruno; Leonardo Moura, David, Ronaldo Angelim e Juan; Rômulo, Maldonado (Toró), Willians e Vinícius Pacheco (Kléberson); Adriano e Vagner Love (Fierro) Técnico: Rogério Lourenço
Gols: David (contra - 27min do 2º tempo), Ronaldo (38min do 1º tempo) e Vagner Love (4min do 2º tempo).

47) Corinthians 1 x 3 River Plate-ARG - Time de Tevez e companhia sofre virada e cai nas oitavas da Libertadores diante do algoz River, que havia eliminado a equipe alvinegra três anos antes.

Data: 04/05/2006
Torneio: Copa Libertadores da América
Local: Estádiodo Morumbi - São Paulo/SP
Corinthians: Sílvio Luiz, Coelho (Eduardo Ratinho), Marcus Vinícius, Betão e Rubens Júnior; Marcelo Mattos, Xavier (Roger), Ricardinho e Carlos Alberto (Rafael Moura); Nilmar e Tevez. Técnico: Ademar Braga
River Plate: Lux, Cáceres, Tula, Gerlo e Ferrari; Ahumada, Santana, Gallardo e Dominguez; Abán (Higuain) e Farias. Técnico: Daniel Passarela
Gols: Nilmar (38min do 1º tempo), Coelho (contra - 11min do 2º tempo), Higuaín (27min do 2º tempo) e Higuaín (36min do 2º tempo).

48) Corinthians 5 x 1 Cianorte - Virada histórica, após perder o primeiro jogo por 3 a 0 para o desconhecido clube paranaense, que ainda marcou um gol no Pacaembu e obrigou o time alvinegro a fazer cinco.

Data: 06/04/2005
Torneio: Copa do Brasil
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Fábio Costa, Marinho (Rosinei), Betão, Sebá e Édson; Marcelo Mattos, Carlos Alberto (Hugo), Roger e Gustavo Nery; tevez e Bobô (Jô). Técnico: Daniel Passarela
Cianorte: Adir, Edson, Diego, Fábio e Daniel; Rocha, Cuca, Robert e Maurício (Thiago); Binho (Dario) e Márcio Machado. Técnico: Caio Júnior
Gols: Tevez (11min do 1º tempo), Édson Santos (28min do 1º tempo), Roger (45min do 1º tempo), Tevez (40seg do 2º tempo), Roger (7min do 2º tempo) e Gustavo Nery (34min do 2º tempo).

49) Palestra Itália 8 x 0 Corinthians - A maior goleada sofrida pelo time alvinegro em todos os tempos foi justamente em um clássico contra seu arquirrival Palestra Itália, que anos depois viraria Palmeiras.

Data: 12/11/1933
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio do Parque Antarctica - São Paulo/SP
Corinthians: Onça; Rossi e Bazzani (Nascimento); Jango, Brancácio e Carlos; Carlinhos, Baianinho, Zuza, Chola e Gallet. Técnico: Pedro Mazzulo.
Palestra: Nascimento; Carnera e Junqueira; Tunga, Dula e Tuffy; Avelino, Gabardo, Romeu Pellicciari, Lara e Luís Imparato. Técnico: Humberto Cabelli.
Gols: Romeu Pellicciari (17min do 1º tempo), Romeu Pellicciari (29min do 1º tempo), Romeu Pellicciari (39min do 1º tempo), Gabardo (1min do 2º tempo), Romeu Pellicciari (7min do 2º tempo), Luís Imparato (9min do 2º tempo), Luís Imparato (27min do 2º tempo) e Luís Imparato (40min do 2º tempo).

50) Corinthians 1 x 5 São Paulo - Vexame no Pacaembu em plena "Era MSI", que investiu milhões na equipe corintiana e viu o time de Daniel Passarela ser humilhado pelo arquirrival.

Data: 08/05/2005
Torneio: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Tiago, Anderson, Betão (Bruno Octávio) e Marquinhos; Edson, Marcelo Mattos, Carlos Alberto, Roger e Gustavo Nery; Tevez e Gil (Jô). Técnico: Daniel Passarela
São Paulo: Rogério Ceni, Fabão, Alex e Edcarlos; Cicinho, Mineiro, Josué, Danilo e Júnior (Fábio Santos); Grafite (Souza) e Luizão (Diego Tardelli). Técnico: Paulo Autuori
Gols: Rogério Ceni (3min do 1º tempo), Luizão (13min do 1º tempo), Danilo (16min do 1º tempo), Luizão (2min do 2º tempo), Cicinho (28min do 2º tempo) e Carlos Alberto (43min do 2º tempo).

51) Corinthians 6 x 4 Palmeiras - No clássico com mais gols, goleada acabou em um triunfo emocionante contra o arquirrival alviverde.

Data: 18/01/1953
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Gylmar; Homero e Olavo; Idário, Goiano e Roberto Belangero; Cláudio, Luizinho, Baltazar, Carbone e Souzinha. Técnico: José Castelli (Rato)
Palmeiras: Herrera; Rubens e Juvenal; Valdemar Fiúme, Luiz Villa e Dema; Odair, Ponce de León, Liminha, Canhotinho e Rodrigues. Técnico: Não Divulgado.
Gols: Cláudio (5min do 1º tempo), Baltazar (9min do 1º tempo), Cláudio (29min do 1º tempo), Odair (35min do 1º tempo), Rodrigues (40min do 1º tempo), Cláudio (42min do 1º tempo), Baltazar (15min do 2º tempo), Carbone (26min do 2º tempo), Odair (pênalti - 30min do 2º tempo) e Liminha (44min do 2º tempo).

52) Corinthians 5 x 0 São Paulo - Com tarde inspirada de Edmundo, time alvinegro aplica a maior goleada sobre o arquirrival tricolor.

Data: 10/03/1996
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio Santa Cruz - Ribeirão Preto/SP
Corinthians: Ronaldo, Carlos Roberto, Célio Silva, Henrique e Silvinho; Bernardo, Marcelinho Paulista, Souza, (Júlio César) e Tupãzinho; Edmundo e Leonardo (Robson). Técnico: Eduardo Amorim
São Paulo: Zetti, Edinho, Pedro Luis e Sorlei; André Luiz, Dozinete, Edmílson (França), Sandoval (Denílson) e Aílton; Almir e Valdir (Gilmar). Técnico: Muricy Ramalho
Gols: Souza (3min do 1º tempo), Edmundo (36min do 1º tempo), Edmundo (10min do 2º tempo), Robson (39min do 2º tempo) e Henrique (45min do 2º tempo).

53) Palmeiras 1 x 5 Corinthians - Show do menino Casagrande na maior goleada sobre o arquirrival alviverde, em plena época de Democracia Corintiana.

Data: 01/08/1982
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio do Morumbi - São Paulo/SP
Corinthians: Solito, Alfinete, Gomes, Mauro, Wladimir, Paulinho, Sócrates (Eduardo Amorim), Zenon, Ataliba, Casagrande, Biro-Biro - Técnico: Mário Travaglini
Palmeiras: Gilmar, Benazzi, Luís Pereira, Polozzi, Jaime Bôni, Rocha, Célio, Jorginho Putinatti, Barbosa, Aragonés (João Marcos), Baroninho - Técnico: Fedato
Gols: Biro-Biro (34min do 1º tempo), Jorginho (5min do 2º tempo), Sócrates (pênalti - 23min do 2º tempo), Casagrande (37min do 2º tempo), Casagrande (38min do 2º tempo) e Casagrande (40min do 2º tempo).

54) Vasco 3 x 4 Corinthians - Virada inesquecível no Rio de Janeiro, depois de virar o primeiro tempo perdendo por 3 a 0.

Data: 20/10/1935
Torneio: Amistoso
Local: Estádio São Januário - Rio de Janeiro/RJ
Corinthians: José; Jaú, Carlos, Brito; Brandão, Munhoz; Teixeira, Tedesco, Teleco, Rato e De Maria. Técnico: José Foquer
Roma: Rey; Oswaldo, Itália, Oscarino; Zarzur, Gringo; Orlando (Baianinho), Luiz de Carvalho, Gradim, Kuko e Luna. Técnico: Harry Welfare
Gols: Luiz de Carvalho (10min do 1º tempo), Luiz de Carvalho (18min do 1º tempo), Gradim (38 min do 1º tempo), Tedesco (6min do 2º tempo), Teleco, Teleco e De Maria (2º tempo).

55) Corinthians 5 x 5 Vasco - Após estar perdendo por 5 a 2, time paulista busca um empate emocionante que quase acabou em virada pelo Torneio Rio-São Paulo.

Data: 17/04/1955
Torneio: Torneio Rio-São Paulo
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Gilmar; Homero, Alan, Olavo; Goiano, Roberto; Cláudio, Luizinho, Baltazar, Rafael (Carbone) e Simão. Técnico: Oswaldo Brandão
Vasco: Vitor González (Hernâni); Paulinho, Bellini, Jofre (Amauri); Adésio, Dário; Sabará, Ademir de Menezes (Iedo), Vavá, Pinga e Alvinho. Técnico: Flávio Costa
Gols: Pinga (4min do 1º tempo), Rafael (8min do 1º tempo), Vavá (14min do 1º tempo), Vavá (34min do 1º tempo), Vavá (4min do 2º tempo), Carbone (7min do 2º tempo), Ademir de Menezes (9min do 2º tempo), Cláudio (pênalti - 19min do 1º tempo), Baltazar (30min do 2º tempo), Baltazar (32min do 2º tempo).

56) Corinthians 2 x 0 Boca Juniors-ARG - Massacrado, Boca "foge" do campo aos 20min do 2º tempo e deixa o gramado com uma derrota por 2 a 0 que poderia ter sido 3, se não fosse um pênalti perdido pelos brasileiros.

Data: 10/12/1935
Torneio: Amistoso
Local: Estádio do Parque São Jorge - São Paulo/SP
Corinthians: José; Jaú, Jarbas, Brito; Brandão, Munhoz; Teixeira, Mamede, Teleco, Carlito (Zuza) e Wilson (Baianinho). Técnico: Amílcar Barbuy
Boca Juniors: Yustrich; Moysés, Valussi, vernierres; Lazatti, Arico; Sanchez, Cárceres, Varalo, Cherro e Cuzatti (Benevides). Técnico: Mario Fortunato.
Gols: Mamede (5min do 1º tempo) e Wilson (23min do 1º tempo).

57) Corinthians 2 x 0 Estrela Polar - No segundo confronto da centenária história corintiana, vem a primeira vitória.

Data: 14/10/1910
Torneio: Amistoso
Local: Rua dos Imigrantes (atual José Paulínio) - São Paulo/SP
Corinthians: Valente; Perrone, Atlílio; Lepre, Alfredo e Police; João da Silva, Jorge Campbell, Fabbi, César Nunes e Joaquim Ambrósio. Técnico: Rafael Perrone.
Estrela Polar: Não disponível
Gols: Luiz Fabbi e Jorge Campbell

58) Corinthians 5 x 2 Porto-POR - Clube brasileiro humilha e dá um verdadeiro baile sobre o então atual campeão português.

Data: 22/06/1956
Torneio: Torneio Internacional Interclubes
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Gylmar; Olavo e Julião; Idário, Goiano, Roberto; Cláudio, Luizinho, Baltazar, Paulo (Rafael) e Zezé. Técnico: Oswaldo Brandão
Porto: Não Divulgado
Gols: Gastão (26min do 1º tempo), Baltazar (33min do 1º tempo), Cláudio (40min do 1º tempo), Luizinho (20min do 1º tempo), Zezé (22min do 1º tempo), Zé Maria (29min do 1º tempo) e Cláudio (41min do 1º tempo)

59) Barcelona-ESP 3 x 5 Corinthians - Corinthians vai à Espanha e atropela o poderoso campeão espanhol, que contava com o brasileiro Evaristo de Macedo.

Data: 24/06/1959
Torneio: Amistoso
Local: Estádio Camp Nou - São Paulo/SP
Corinthians: Gylmar; Olavo e Oreco; Walmir, Goiano, Roberto; Bataglia, Luizinho 9Joãozinho), Índio, Rafael (Benedito) e Tite. Técnico: Sylvio Pirillo
Barcelona: Não Divulgado.
Gols: Evaristo (27min do 1º tempo), Luizinho (28min do 1º tempo), Czidbor (30min do 1º tempo), Bataglia (1min do 2º tempo), Índio (4min do 2º tempo), Tite (17min do 2º tempo) Tite (41min do 2º tempo) e Evaristo (43min do 2º tempo).

60) Portuguesa 7 x 3 Corinthians - O jovem goleiro Gylmar dos Santos Neves falha e a mais forte Portuguesa de todos os tempos goleia o Corinthians sem piedade no Pacaembu.

Data: 25/11/1951
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Gylmar; Murilo, Alfredo; Idário, Touguinha, Julião; Cláudio, Luizinho, Baltazar, Carbone e Mário. Técnico: José Castelli (Rato)
Portuguesa: Muca; Nena, Noronha. Santos, Brandãozinho, Ceci; Julinho, Renato, Nininho, Pinga e Simão. Técnico: Não Divulgado
Gols: Julinho (34min do 1º tempo), Pinga (37min do 1º tempo), Idário (43min do 1º tempo), Pinga (44min do 1º tempo), Lininho (11min do 2º tempo), Carbone (19min do 2º tempo), Julinho (30min do 2º tempo), Julinho (35min do 2º tempo), Carbone (39min do 2º tempo), Julinho (44min do 2º tempo).

61) Corinthians 2 x 2 Palmeiras - Dias depois da eliminação na Libertadores, time alvinegro consegue vingança com título paulista, pancadaria e embaixadinhas de Edílson no final.

Data: 20/06/1999
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio do Morumbi - São Paulo/SP
Corinthians: Maurício; Índio, Nenê, Gamarra, Sylvinho; Vampeta, Rincón, Ricardinho e Marcelinho; Edílson e Fernando Baiano (Dinei). Técnico: Oswaldo de Oliveira
Palmeiras: Marcos; Arce, Roque Júnior, Cléber, Zinho; Rogério, Alex (Agnaldo Galeano), Zinho; Paulo Nunes, Oséas, Evair. Técnico: Luiz Felipe Scolari.
Gols: Marcelinho (12min do 1º tempo), Evair (36min do 1º tempo), Evair (39min do 1º tempo), Edílson (28min do 2º tempo).

62) Atlético-PR 2 x 6 Corinthians - Após perder o primeiro jogo por 2 a 1 em São Paulo, Corinthians massacra no Paraná um dos times mais fortes da história do Atlético-PR, com Oséas e Paulo Rink no ataque.

Data: 22/04/1997
Torneio: Copa do Brasil
Local: Estádio Pinheirão - Curitiba/PR
Corinthians: Ronaldo (Maurício); Rodrigo, Célio Silva, Henrique e André Luís; Silvinho, Fábio Augusto; Fernando Diniz (Gilmar) e Souza; Mirandinha e Donizete (Túlio). Técnico: Nelsinho Baptista
Atlético-PR: Ricardo Pinto; Luizinho (Piekarski), Reginldo, Andrei e Taniélton; Alex, Nowak, Paulo Miranda e Cléberton; Oséas e Paulo Rink. Técnico: Jair Pereira
Gols: Souza (32min do 1º tempo), Mirandinha (34min do 1º tempo), Donizete (37min do 1º tempo), Mirandinha (44min do 1º tempo), Oséas (15min do 2º tempo), Donizete (37min do 2º tempo), Mirandinha (43min do 2º tempo), Andrei (47min do 1º tempo).

63) Corinthians 3 x 1 São Paulo - Primeiro título do bicampeonato da Democracia Corintiana veio justo diante do "freguês" São Paulo, que perderia também a decisão do ano seguinte.

Data: 12/12/1982
Torneio: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio do Morumbi - São Paulo/SP
Corinthians: Solito; Alfinete (Zé Maria), Mauro, Daniel Gonzaléz e Wladimir; Paulinho, Sócrates e Zenon (Eduardo); Ataliba, Casagrande e Biro-Biro. Técnico: Mário Travaglini
São Paulo: Waldyr Peres; Getúlio, Oscar, Darío Pereyra e Marinho Chagas; Almir, Renato e Éverton; Paulo César, Heriberto (Serginho) e Zé Sérgio. Técnico: José Proy
Gols: Biro-Biro (26min do 1º tempo), Biro-Biro (37min do 1º tempo), Darío Pereyra (32min do 1º tempo) e Casagrande (41min do 2 tempo).

64) Corinthians 1 x 2 River Plate-ARG - Diante de 66.666 torcedores, Corinthians sucumbe no Morumbi e cai frente ao River pela primeira vez em Libertadores.

Data: 14/05/2003
Torneio: Copa Libertadores da América
Local: Estádio do Morumbi - São Paulo/SP
Corinthians: Doni; Rogério, Fábio Luciano, Anderson e Roger; Fabrício (Pingo), Fabinho e Jorge Wagner; Leandro (Renato, depois Leandro Amaral), Liedson e Gil. Técnico: Geninho
River Plate: Buljubasich; Garce, Ameli, Demichelis, Lequi; Coudet, Pereyra (Ahumada), Zapata (Gonzalez) e D'Alessandro; Fuertes e Cavenaghi. Técnico: Daniel Carreño
Gols: Liédson (9min do 1º tempo), Demichelis (22min do 1º tempo), Fuertes (30min do 2º tempo).

65) Combinado Uruguaio-URU 1 x 4 Corinthians - No 1º jogo fora do País, time alvinegro vinga a Seleção Brasileira, que anos antes perdeu a final da Copa para o Uruguai, e goleia um combinado uruguaio formado por jogadores da seleção local.

Data: 30/06/1951
Torneio: Quadrangular de Montevidéu
Local: Estádio Centenário - Montevidéu/URU
Corinthians: Cabeção; Homero, Rosalém; Idário, Touguinha (Roberto), Julião; Cláudio (Nardo), Luizinho, Baltazar e Carbone. Técnico: Newton Senra
Combinado Uruguaio: Carlos di Mateo (Carvidon); Mathias González, Vilches; Rodríguez Andrade, Hosiris Romero (Da Silva); Valdemar Gonazlez, Eirín, Pippo (Osmar), Attílio Garcia (Cancella), Abreu e Morán. Técnico: Juan López
Gols: Baltazar (17min do 1º tempo), Baltazar (24min do 1º tempo), Luizinho (27min do 1º tempo), Attílio Garcia (18min do 2º tempo) e Nelsinho (25min do 2º tempo).

66) Atlético-MG 2 x 6 Corinthians - Nas quartas de final do Brasileiro, vitória humilhante em pleno Mineirão sobre o forte time atleticano.

Data: 24/11/2002
Torneio: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio do Mineirão - Belo Horizonte/MG
Corinthians: Doni; Rogério, Anderson (Scheidt), Fábio Luciano, Kléber; Fabinho, Vampeta, Renato (Fabrício); Gil (Leandro), Deivid e Guilherme. Técnico: Carlos Alberto Parreira
Santos: Eduardo; Neguete (Eraldo Alexandre Alves), Hélcio, Gutiérrez, Mancini; Cleison, Paulinho, Souza, Michel (Reinaldo); Kim e Marques. Técnico: Geninho
Gols: Gil (13min do 1º tempo), Deivid (29min do 1º tempo), Mancini (40min do 1º tempo), Michel (41min do 1º tempo), Deivid (7min do 2º tempo), Gil (9min do 2º tempo), Deivid (28min do 2º tempo) e Deivid (41min do 2º tempo).

67) Corinthians 3 x 3 São Paulo - Na estreia de Leônidas da Silva no São Paulo, empate emocionante contra o arquirrival no maior público da história do Pacaembu: 71.281 pessoas.

Data: 24/05/1942
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Joel; Agostinho, Chico Preto; Jango, Brandão, Dino; Jerônimo, Milani, Servílio,o Eduardinho e Hércules. Técnico: José Castelli (Rato)
São Paulo: Doutor; Fiorotti e Virgílio; Zaclis, Lola e Silva; Luizinho, Waldemar de Brito, Leônidas, Teixeirinha e Pardal. Técnico: Vicente Feola
Gols: Jerônimo (10min do 1º tempo), Lola (30min do 1º tempo), Servílio (3min do 1º tempo), Luizinho (15min do 2º tempo), Teixeirinha (36min do 2º tempo), Servílio (43min do 2º tempo).

68) Corinthians 3 x 0 Palestra Itália - Os primeiros cinco jogos contra o futuro arquirrival terminaram sem vitória e apenas nesse confronto, em 1919, o Corinthians consegue, enfim, derrotar o novo adversário.

Data: 03/05/1919
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Medaglia; Nando, César Nunes; Gano, Bororó, Roverso; Américo, Alberto, Garcia, Rogério e Dante. Técnico: Não divulgado.
Palestra Itália: Fiosi; Egilo, Grimaldi; Bertolini, Pedretti, Vale; Caetano, Imparato Mazzchi, Aldighieri e Martinelli. Técnico: Não Divulgado.
Gols: Américo e Garcia (1º tempo) e Roverso (2º tempo).

69) Corinthians 3 x 0 Americano - Segundo título paulista dos 26 já celebrados pelo time alvinegro, conquistado de forma invicta sobre o Americano.

Data: 03/12/1916
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio do Parque Antártica - São Paulo/SP
Corinthians: Pizzocaro; Fulvio, Casemiro González; Police, Plínio, César Nunes; Américo, Marconi, Amílcar, Apparício e Neco. Capitão: Casemiro González
Americano: Hugo; Menezes, Eurico; Franco, Bertone I, Magon; Dudu, Mimi, Heitor, Alencar e Menezes II. Técnico: Não Disponível.
Gols: Amílcar, Apparício e Neco (1º tempo).

70) Corinthians 2 x 1 Atlético-MG - O time paulista perdia até os 30min do segundo tempo pelas quartas de final do Brasileiro, mas Neto desequilibra com dois gols e decreta a vitória corintiana no Pacaembu.

Data: 24/11/1990
Torneio: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio do Pacaembu -São Paulo/SP
Corinthians: Ronaldo; Giba, Marcelo, Wilson Mano; Gérson (Paulo Sérgio), Márcio, Mauro, Neto (Ezequiel); Fabinho, Dinei e Tupãzinho. Técnico: Nelsinho Batista
Atlético-MG: Carlos; Carlão, Cléber, Tobias; Paulo Roberto, Éder Lopes, Moacir, Gilberto Costa, Marquinhos; Gérson (Nilton) e Éder (Aílton). Técnico: Arthur Bernardes
Gols: Gérson (15min do 1º tempo), Ne7o (30min do 2º tempo) e Neto (40min do 2º tempo).

71) Corinthians 1 x 2 Ponte Preta - Time alvinegro precisava de um empate para findar o jejum de títulos, mas sofre a virada diante do maior público da história do Morumbi, com 138.032 pessoas, no 2º jogo da decisão.

Data: 09/08/1977
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Jairo; Zé Maria, Moisés, Zé Eduardo, Wladimir; Ruço, Basílio, Luciano (Adãozinho); Palhinha (Vaguinho), Geraldão e Romeu. Técnico: Oswaldo Brandão
Ponte Preta: Carlos; Jair, Oscar, Polozzi, Odirlei; Vanderlei, Marco Aurélio, Dicá; Lúcio, Rui Rei (Parraga), Tuta (Helinho). Técnico: Zé Duarte.
Gols: Vaguinho (14min do 1º tempo), Dicá (23 do 2º tempo) e Rui Rei (37 do 2º tempo).

72) Corinthians 4 x 3 Palmeiras - Emocionante triunfo na primeira partida da semifinal da Libertadores, com um gol de Vampeta aos 45min do segundo tempo.

Data: 30/05/2000
Torneio: Copa Libertadores da América
Local: Estádio do Morumbi - São Paulo/SP
Corinthians: Dida; Daniel (Índio), Fábio Luciano, Adílson e Kléber (Édson); Vampeta, Edu, Ricardinho e Marcelinho; Edílson e Luizão (Dinei). Técnico: Oswaldo de Oliveira
Palmeiras: Marcos; Neném, Argel, Roque Júnior e Júnior; César Sampaio, Galeano, Rogério (Marcelo Ramos) e Alex; Euller e Pena. Técnico: Luiz Felipe Scolari
Gols: Ricardinho (14min do 1º tempo), Júnior (39min do 1º tempo), Marcelinho (45min do 1º tempo); Edílson (10min do 2º tempo), Alex (30min do 2º tempo), Euller (37min do 2º tempo) e Vampeta (45min do 2º tempo).

73) Corinthians 3 x 2 São Paulo - Dida pega dois pênaltis batidos por Raí na semi do Brasileiro e time alvinegro vence o arquirrival em um duelo emocionante.

Data: 28/11/1999
Torneio: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio do Morumbi - São Paulo/SP
Corinthians: Dida (Maurício), Índio, Márcio Costa, Nenê e Kléber; Rincón, Vampeta, Ricardinho (Edu) e Marcelinho; Edílson e Luizão (Dinei). Técnico: Oswaldo de Oliveira
São Paulo: Rogério Ceni, Paulão, Nem (Carlos Miguel), Wilson e Jorginho; Edmílson, Fabiano (Jacques), Raí e Fábio Aurélio; Marcelinho Paraíba e França. Técnico: Paulo César Carpegiani
Gols: Nenê (22min do 1º tempo), Raí (27min do 1º tempo), Ricardinho (31min do 1º tempo), Edmílson (40min do 1º tempo) e Marcelinho (7min do 2º tempo).

74) Corinthians 1 x 0 Internacional - Os times mais populares dos quatro principais Estados do País disputaram o torneio do Povo, e o Corinthians se sagrou campeão, naquela que foi a conquista mais comemorada antes de 1977.

Data: 19/02/1971
Torneio: Torneio do Povo
Local: Estádio do Mineirão - Belo Horizonte/MG
Corinthians: Ado; Zé Maria, Ditão, Luis Carlos, Pedrinho; Tião, Rivelino, Lindoia (Suingue), Paulo Borges, Benê (Mirandinha) e Aladim. Técnico: Aymoré Moreira
Internacional: Valdir; Cláudio, Pontes, Valmir, Édson Madureira; Carbone, Tovar, Valdomiro, Paulo César Carpegiani; Ruben (Didi) e Dorinho (Mosquito). Técnico: Daltro Menezes
Gols: Rivelino (13min do 1º tempo).

75) Guarani 0 x 1 Corinthians - A decisão do Paulista de 1988 se arrastou até a prorrogação, quando o ainda menino atacante Viola entra em cena e decide o torneio co um gol de carrinho.

Data: 31/07/1988
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa - Campinas/SP
Corinthians: Ronaldo; Édson, Marcelo, Denílson, Dida; Biro-Biro, João Paulo, Márcio (Paulinho Gaúcho); Viola, Éverton (Wilson Mano0 e Paulinho Carioca. Técnico: Jair Pereira
Guarani: Sérgio Neri; Marquinhos, Vágner, Ricardo Rocha, Albéris; Paulo Isidoro, Barbieri (Mário), Neto (Careca Bianchesi); Evair e João Paulo. Técnico: José Luis Carbone
Gols: Viola (5min - 1º tempo da prorrogação).

76) Corinthians 8 x 2 Cerro Porteño-PAR - O jovem Fernando Baiano surge, faz cinco gols - que poderiam ter sido seis, se o árbitro não desse um de seus tentos para o lateral Índio - e acaba com o tradicional time paraguaio.

Data: 10/03/1999
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Nei; Índio, Cris, Gamarra e Silvinho; Vampeta, Rincón, Ricardinho (Amaral) e Edílson; Fernando Baiano e Dinei (Edu). Técnico: Oswaldo de Oliveira
Cerro Porteño: Aceval; Villalba (Paulo Roberto), Dario Caballero, Lppez e Toledo; Gomez, Recalde, Gavillán (Peralta) e Alvarenga; Gauchinho e Mauro Caballero(Aguilera). Técnico: Jair Pereira
Gols: Edílson (5min do 1º tempo), Fernando Baiano (9min do 1º tempo), Fernando Baiano (14min do 1º tempo), Fernando Baiano (16min do 1º tempo), Índio (32min do 1º tempo), Mauro Caballero (36min do 1º tempo), Fernando Baiano (45min do 1º tempo), Silvinho (9min do 2º tempo), Toledo (41min do 2º tempo) e Fernando Baiano (43min do 2º tempo).

77) Corinthians 0 x 4 Palmeiras - Clube alviverde estava há quase 17 anos sem títulos e o rival alvinegro teve a chance de descontar a queda da decisão de 1974, mas fracassou e assistiu a festa de seu maior adversário.

Data: 12/03/1993
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio do Morumbi - São Paulo/SP
Corinthians: Ronaldo; Leandro Silva, Marcelo Djian, Henrique, Ricardo Evaristo; Ezequiel, Marcelinho Paulista, Paulo Sérgio e Adil (Tupãzinho Wilson); Viola e Neto. Técnico: Nelsinho Baptista
Palmeiras: Sérgio; Mazinho, Antônio Carlos, Tonhão, Roberto Carlos; César Sampaio, Daniel Frasson, Edílson (Jean Carlo), Zinho; Edmundo e Evair (Alexandre Rosa). Técnico: Vanderlei Luxemburgo
Gols: Zinho (36min do 1º tempo), Evair (28min do 1º tempo), Edílson (38min do 2º tempo) e Evair (pênalti - 10min do 1º tempo da prorrogação).

78) Corinthians 6 x 0 Flamengo - Cláudio e Luizinho humilham e decretam a maior goleada da história do clássico contra o time rubro-negro, na campanha do título regional.

Data: 03/05/1953
Torneio: Torneio Rio-São Paulo
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Cabeção; Homero, Olavo; Sula (Idário), Goiano, Julião (Roberto); Cláudio, Luizinho, Baltazar, Carbone e Souzinha (Mário). Técnico: José Castelli (Rato)
Flamengo: Garcia; Leone, Pavão; Jadir, Dequinha, Marinho; Joel (Paulinho), Rubens (Evaristo de Macedo), Adãozinho (Benítez), Índio e Esquerdinha. Técnico: Fleitas Solich
Gols: Cláudio (25min do 1º tempo), Cláudio (pênalti - 2min do 2º tempo), Luizinho (11min do 2º tempo), Goiano (28min do 2º tempo), Baltazar (35min do 2º tempo) e Cláudio (37min do 2º tempo).

79) Corinthians 2 x 3 Santos - Na decisão do Campeonato Brasileiro, o time alvinegro brigava pela Tríplice Coroa, mas o menino Robinho rouba a cena com "pedaladas" e acaba com o Corinthians no Morumbi.

Data: 15/12/2002
Torneio: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio do Morumbi - São Paulo/SP
Corinthians: Doni; Rogério, Fábio Luciano, Anderson e Kléber; Vampeta, Fabinho (Fabrício), Renato (Marcinho) e Deivid; Guilherme (Leandro) e Gil. Técnico: Carlos Alberto Parreira
Santos: Fábio Costa; Maurinho, André Luís, Alex e Léo; Paulo Almeida, Renato, Elano e Diego (Robert, depois Michel); Robinho e William (Alexandre). Técnico: Émerson Leão
Gols: Robinho (37min do 1º tempo), Deivid (30min do 2º tempo), Anderson (39min do 2º tempo), Elano (43min do 2º tempo) e Léo (47min do 2º tempo).

80) Vasco 5 x 2 Corinthians - Roberto Dinamite volta ao Brasil, após fracassada passagem pelo Barcelona, e massacra o rival paulista no Maracanã com cinco gols.

Data: 04/05/1980
Torneio: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio do Maracanã - Rio de Janeiro/RJ
Corinthians: Jairo, Zé Maria, Mauro, Amaral, Wladimir, Caçapava (Djalma), Basilio, Sócrates, Piter, Geraldo (Toninho) e Wilsinho. Técnico: Jorge Vieira
Vasco: Mazarópi, Paulinho Pereira, Juan (Ivan), Léo, Paulo César, Pintinho, Guina, Dudu, Wilsinho (João Luís), Roberto Dinamite e Catinha. Técnico: Orlando Fantoni
Gols: Caçapava (11min do 1º tempo), Roberto Dinamite (13min do 1º tempo), Roberto Dinamite (27min do 1º tempo), Roberto Dinamite (37min do 1º tempo), Roberto Dinamite (39min do 1º tempo), Sócrates (42min do 1º tempo) e Roberto Dinamite (27min do 2º tempo).

81) Corinthians 5 x 4 Olimpia-PAR - Vitória emocionante contra o maior clube do Paraguai e também bicampeão (posteriormente tri) da Libertadores.

Data: 19/04/2000
Torneio: Copa Libertadores da América
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Dida; Daniel, Fábio Luciano, Adílson (João Carlos) e Kleber; Vampeta, Edu, Marcelinho e Ricardinho (Marcos Senna); Edílson e Luizão (Dinei) Técnico: Oswaldo de Oliveira
Olimpia: Tavarelli; Fretes (Yegros), Noguera e Zelaya; Esteche, Quintana (Perez), Paredes, Da Silva, Jara e Monzón (González); Báez. Técnico: Alicio Solalinde
Gols: Luizão (5min do 1º tempo), Báez (20min do 1º tempo), Baéz (33min do 1º tempo), Luizão (7min do 2º tempo), Vampeta (13min do 2º tempo), Esteche (pênalti - 18min do 2º tempo), Luizão (21min do 2º tempo), Quintana (25min do 2º tempo) e Marcelinho (42min do 2º tempo).

82) Corinthians 6 x 0 LDU-EQU - Em uma noite inspirada de seu meio de campo, time alvinegro aplica um massacre sobre o time do Equador, que seria campeão da Libertadores e da Copa Sul-Americana anos depois.

Data: 04/05/1980
Torneio: Copa Libertadores da América
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Dida; Daniel, Fábio Luciano, Adílson (Márcio Costa) e Kléber (Augusto); Vampeta, Edu, Marcelinho e Ricardinho (Andrezinho); Dinei e Luizão. Técnico: Oswaldo de Oliveira
LDU: Espinosa; De la Cruz, Jacome, Capurro e Reasco; González, Carcelén, Obregón (Hurtado), Cardona e Escobar; Córdoba (Salas). Técnico: Manuel Pellegrini
Gols: Marcelinho (pênalti - 12min do 1º tempo), Luizão (20min do 1º tempo), Luizão (4min do 2º tempo), Capurro (contra - 6min do 2 tempo), Luizão (24min do 2º tempo) e Dinei (27min do 2º tempo).

83) Corinthians 3 (4) x (3) 2 Rosário Central-ARG - Nas oitavas de final, uma derrota na partida de ida por 3 a 2 e um revés parcial de 2 a 1 no Pacaembu eliminavam o Corinthians, que conseguiu uma virada espetacular e venceu nos pênaltis.

Data: 09/05/2000
Torneio: Copa Libertadores da América
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Dida; Daniel (Marcos Senna), Fábio Luciano, Adílson e Kléber(Dinei); Vampeta, Edu, Ricardinho e Marcelinho; Luizão e Edílson. Técnico: Oswaldo de Oliveira
Rosário Central: Boljubasich; Marra, Canals, Gerbaudo, Rivarola; Capeletti (Moreno), Quinteros, Gordillo e Gonzáles; Pizzi e Macerates (Pierucci). Técnico: Edgardo Bauza
Gols: Luizão (31min do 1º tempo), e Pizzi (38min do 1º tempo), Gordillo (38seg do 2º tempo), Edílson (12min do 2º tempo) e Luizão (14min do 2º tempo),
Pênaltis: Corinthians - Ricardinho, Marcos Senna, Luizão e Marcelinho. Rosário Central - Pizzi, Canals e Rivarola.

84) Corinthians 2 x 1 Bahia - Virada emocionante na semifinal do Brasileiro de 1990, com show de Neto e arrancada rumo ao primeiro caneco nacional.

Data: 05/12/1990
Torneio: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Ronaldo; Giba, Marcelo, Guinei, Wilson Mano; Márcio, Tupãzinho, Neto (Ezequiel), Fabinho; Paulo Sérgio e Mauro. Capitão: Nelsinho Baptista
Bahia: Chico; Maílson, Jorginho, Wagner Basílio, Gléber, Paulo Rodrigues; Gil,Luis Henrique (Mazinho), Naldinho; Charles e Marquinhos (Hélio). Técnico: Candinho
Gols: Wagner Basílio (2min do 1º tempo), Paulo Rodrigues (contra - 12 do 1º tempo) e Neto (18 do 2º tempo).

85) Corinthians 3 x 3 Palestra Itália - Antes do jogo, time alviverde jogou um osso na sede alvinegra, dizendo que ganhar do Corinthians era "canja". A resposta foi em campo, com um heroico empate corintiano.

Data: 13/05/1918
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio da Rua Paysandu - Rio de Janeiro/RJ
Corinthians: Casemiro do Amaral; Nando, César Nunes, Gano; Amílcar, Ciasca; Américo, Mariano, Bororó, Neco e Basílio. Capitão: Amílcar Barbuy
Palestra: Fiosi; Grimaldo, Bianco, Pedretti; Picagli, Fabbi; Caetano, Ministro, Heitor, Imparato e Martinelli. Capitão: Bianco
Gols: Picagli, Basílio, Neco, Caetano (1º tempo), Heitor e Neco (2º tempo).

86) Santos 0 x 11 Corinthians - Na Vila Belmiro, Corinthians aplica a maior goleada do clássico alvinegro paulista, e o Santos deixa o gramado revoltado com a arbitragem aos 21min do segundo tempo.

Data: 11/07/1920
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio da Vila Belmiro - Santos/SP
Corinthians: Colombo; Nando, Garcia, Gano; Amílcar, Ciasca; Américo, Neco, Bororó, Gambarotta e Basílio. Capitão: Amílcar Barbuy
Santos: Randolpho; Cícero, Bilu, Ricardo; Marba, Pereira; Millon, Constantino, Ary Patusca, Castelhano e Arnaldo Silveira. Capitão: Arnaldo Silveira
Gols: Basílio (18min do 1º tempo), Bororó (19min do 1º tempo), Neco (21min do 1º tempo), Gambarotta (23min do 1º tempo), Gambarotta (1º tempo), Amílcar (pênalti - 10min do 2º tempo), Neco (12min do 2º tempo), Gambarotta pênalti - 16min do 2º tempo), Neco (2º tempo) e Ary Patusca (contra - 2º tempo).

87) Betis-ESP 0 x 2 Corinthians - Título do Ramón de Carranza, o maior troféu (de tamanho) da história do clube com uma memorável vitória contra o Bétis, de Finidi e José Mari.

Data: 24/08/1996
Torneio: Troféu Ramón de Carranza
Local: Estádio Ramón de Carranza - Cádiz/ESP
Corinthians: Ronaldo; Villamayor, Célio Silva, Henrique, Silvinho; Bernardo, Marcelinho Paulista, Marcelinho e Souza; Alcindo (André Santos) e Alex Rossi (Jorginho). Técnico: Vadyr Espinosa
Betis: Prat; Luis Fernández, Josete (Ferreira), Merino, Alexis; Cañas, Finidi, Pier (Kowalczyk), Sabas; Olías, José Mari (Stosic 46´). Técnico: Serra Ferrer.
Gols: Marcelinho (16min do 1º tempo) e Marcelinho (3min do 2º tempo).

88) Corinthians 0 x 3 Grêmio - Com baile de Jardel e Paulo Nunes, Corinthians sofre uma humilhante derrota em casa na partida de ida das quartas da Libertadores.

Data: 15/05/1996
Torneio: Taça Libertadores da América
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Ronaldo; Cris, Célio Silva, Alexandre Lopes e Sylvinho; Bernardo, Zé Elias, Marcelinho e Souza (Tupãzinho); Edmundo e Leonardo. Técnico: Eduardo Amorim
Grêmio: Danrlei, Arce, Rivarola, Adilson e Roger; Dinho, Goiano, Aílton (Emerson) e Carlos Miguel; Paulo Nunes e Jardel. Técnico: Luiz Felipe Scolari.
Gols: Jardel (16min do 1º tempo), Paulo Nunes Marcelinho (43min do 1º tempo) e Jardel (15min do 2º tempo).

89) Juventude 6 x 1 Corinthians - A maior goleada sofrida em Brasileiros contra o fraco time gaúcho, que até esse confronto tinha uma média de menos de um gol por jogo no Campeonato Brasileiro.

Data: 28/09/2003
Torneio: Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Alfredo Jaconi - Caxias/RS
Corinthians: Rubinho, Coelho, Marquinhos, Anderson e Moreno (Wendel); Fabinho, Fabrício, Robert (Jô) e Jamelli; Gil e Bobô (Pingo). Técnico: Geninho
Juventude: Márcio, Mineiro, Neto, Índio e Marcão; Evandro, Leonardo Inácio, Marcelo e Hugo (Donizete Amorim); Leonardo Manzi (Renatinho) e Taílson (Felipe). Técnico: José Luiz Plein
Gols: Neto (20min do 1º tempo), Leonardo Manzi (39min do 1º tempo), Hugo (47min do 1º tempo), Jamelli (12min do 2º tempo), Mineiro (18min do 2º tempo), Marcelo (20min do 2º tempo) e Felipe (42min do 2º tempo).

90) Corinthians 5 x 2 Palmeiras - Show do atacante Donizete, que marcou três tentos e chegou a imitar um porco na comemoração de um dos gols, e goleada sobre o arquirrival.

Data: 19/04/1997
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio do Morumbi - São Paulo/SP
Corinthians: Ronaldo; Rodrigo, Célio Silva (Alexandre Lopes), Henrique, André Luiz; Sylvinho (Gilmar), Fábio Augusto, Marcelinho, Souza; Mirandinha e Donizete (Túlio). Técnico: Nelsinho Batista
Palmeiras: Velloso; Dedimar, Agnaldo, Wágner, Júnior; Leandro Ávila, Galeano (Edmilson), Marquinhos, Rincón; Luizão (Roque Júnior) e Djalminha. Técnico: Márcio Araújo
Gols: Marcelinho (pênalti - 21min do 1º tempo), Djalminha (45min do 1º tempo), Donizete (3min do 2º tempo), Mirandinha (8min do 2º tempo), Donizete (27min do 2º tempo), Donizete (29min do 2º tempo) e Marquinhos (42min do 2º tempo).

91) Inter de Milão-ITA 1 x 3 Corinthians - Vitória contundente sobre o bicampeão europeu e italiano, em pleno Estádio San Siro, casa da equipe milanesa.

Data: 29/05/1966
Torneio: Copa Cidade de Turim
Local: Estádio San Siro - Milão/ITA
Corinthians: Marcial; Jair Marinho, Ditão, Clóvis, Maciel; Nair, Rivelino; Marcos, Nei, Tales e Luiz Américo. Técnico: Oswaldo Brandão.
Inter de Milão: Não Divulgado.
Gols: Nair (8min do 1º tempo), Gori (25min do 1º tempo), Nei (35min do 1º tempo) e Nei (6min do 2º tempo).

92) Corinthians 0 x 2 Flamengo - Pela Libertadores, derrota no Pacaembu causou a ira da torcida corintiana, em partida que ficou conhecida como a "noite das garrafadas".

Data: 20/02/1991
Torneio: Copa Libertadores da América
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Ronaldo; Giba, Marcelo, Wilson Mano, Jacenir (Edson Pezinho); Márcio, Paulo Sérgio, Neto; Fabinho, Viola e Mauro (Tupãzinho). Técnico: Nelsinho Baptista
Flamengo: Gilmar; Aílton, Adilson, Rogério, Piá; Charles Guerreiro, Júnior, Marquinhos, Marcelinho Carioca (Paulo Nunes); Alcindo e Gaúcho (Nélio). Técnico: Vanderlei Luxemburgo
Gols: Wilson Mano (contra - 11min do 1º tempo) e Gaúcho (36min do 1º tempo).

93) Corinthians 2 x 1 Torino-ITA - Vitória sobre o tetracampeão italiano, tido na época como um dos mais fortes times da Europa e que meses depois morreria tragicamente em um acidente de avião.

Data: 21/06/1948
Torneio: Amistoso
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Bino; Rubens, Betacosa, Palmer; Hélio, Newton; Cláudio, Baltazar, Severo (Edélcio), Ruy e Colombo. Técnico: Cláudio, Hélio e Servílio (interinos)
Torino: Bacigalupo (Banni); Ballarin, Tomma, Martelli; Rigamonti, Castigliano (Grezar); Menti, Lolk, Gabetto, Mzzola e Ferraris. Técnico: Mario Sperone
Gols: Baltazar (43min do 1º tempo), Colombo (25min do 2º tempo) e Gabetto (36min do 2º tempo).

94) Corinthians 1 x 0 Flamengo - Confronto entre o campeão brasileiro e o campeão da Copa do Brasil, que fez do Corinthians o supercampeão brasileiro daquele ano.

Data: 27/01/1991
Torneio: Supercopa do Brasil - Campeão Brasileiro x Campeão da Copa do Brasil.
Local: Estádio do Morumbi - São Paulo/SP
Corinthians: Ronaldo, Giba, Marcelo, Guinei, Jacenir; Marcio, Tupãzinho (Edson), Neto; Fabinho, Paulo Sérgio e Mauro (Ezequiel). Técnico: Nelsinho Baptista
Flamengo: Zé Carlos, Ailton, Adílson, Rogério, Piá; Uidemar, Júnior, Marcelinho; Alcindo, Nélio e Zinho. Técnico: Vanderlei Luxemburgo
Gols: Neto (25min do 2º tempo).

95) Corinthians 2 x 2 América-RJ - Inauguração da Fazendinha (Estádio Alfredo Schürig) e gol relâmpago de De Maria aos 29 segundos de confronto.

Data: 22/07/1928
Torneio: Amistoso
Local: Estádio do Parque SAÃO jORGE - São Paulo/SP
Corinthians: Tuffy; Grané, Del Debbio, Nernio; Sebastião, Munhoz; Apparício, Neco, Rato, Guimarães e De Maria. Técnico: Ângelo Rocco
América: Joel; Hildegrdo, lázaro, Hermógenes; Floriano, Walter; Giberto, Oswaldo, Sobral (Mário Pinto), Mineiro e Celso. Técnico: Não Disponível
Gols: De Maria, (29seg do 1º tempo), Sobral (13min do 1º tempo), De Maria (24min do 1º tempo) e Mineiro (15min do 2º tempo).

95) Boca Juniors/ARG 3 x 1 Corinthians - Dolorosa eliminação nas oitavas da Libertadores, após derrota no jogo de ida, na Argentina, e empate por 1 a 1 no duelo de volta, em São Paulo.

Data: 27/01/1991
Torneio: Copa Libertadores da América
Local: Estádio La Bombonera - Buenos Aires/ARG
Corinthians: Ronaldo; Giba, Marcelo, Guinei (Édson), Jacenir; Márcio, Wilson Mano, Neto; Fabinho, Tupãzinho (Dinei) e Paulo Sérgio. Técnico: Nelsinho Batista
Boca Juniors: Carlos Montoya; Soñora, Simón, Marchesini, Moya; Pico, Giunta, Apud, Diego Latorre; Graciani e Batistuta. Técnico: Oscar Tabárez
Gols: Graciano (11min do 1º tempo), Giba (pênalti - 38min do 1º tempo), Batistuta (43min do 1º tempo) e Batistuta (29min do 2º tempo).

96) Corinthians 1 x 0 Santos - A esperada despedida de Pelé, maior carrasco dos 100 anos corintianos, do clássico alvinegro paulista.

Data: 29/09/1974
Torneio: Campeonato Paulista
Local: Estádio La Bombonera - Buenos Aires/ARG
Corinthians: Ado; Zé Maria, Baldochi, Brito, Wladimir; Tião, Adãozinho; Vaguinho, Lance (Zé Roberto); Rivellino e Peri. Técnico: Sylvio Pirillo
Santos: Cejas; Wilson, Marinho, Oberdã, Zé Carlos; Léo, Brecha; Cláudio Adão, Adilson (Ferreira), Pelé (Mazinho) e Edu. Técnico: Não Divulgado
Gols: Rivellino (14min do 2º tempo).

97) Sport 2 x 0 Corinthians - Após vitória por 3 a 1 no jogo de ida, uma surpreendente queda na decisão da Copa do Brasil frente ao Sport, em Recife.

Data: 11/06/2008
Torneio: Copa do Brasil
Local: Estádio Ilha do Retiro - Recife/PE
Corinthians: Felipe; Carlos Alberto (Lulinha), Chicão, William e André Santos; Fabinho, Eduardo Ramos, Alessandro e Diogo Rincón (Acosta); Dentinho (Wellington Saci) e Herrera. Técnico: Mano Menezes
Sport: Magrão, Diogo, Igor, Durval e Dutra; Daniel Paulista, Sandro Goiano, Kássio (Enílton) e Luciano Henrique (Everton); Carlinhos Bala e Leandro Machado (Roger). Técnico: Nelsinho Baptista
Gols: Carlinhos Bala (34min do 1º tempo) e Luciano Henrique (37min do 2 tempo).

98) Corinthians 2 x 1 Benfica/POR - Vitória sobre o campeão português, tratado como um dos melhores clubes da Europa na época, e título da Taça Charles Miller.

Data: 10/07/1955
Torneio: Taça Charles Miller
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Gylmar; Homero, Alan, Idário; Julião, Roberto (Goiano); Cláudio, Luizinho, Baltazar, Rafael (Paulo) e Nelsinho. Técnico: Oswaldo Brandão
Benfica: Costa Pereira; Jacinto, Artur, Caiado; Alfredo, Ângelo; Palmeiro, Arsênio, Águas, Coluna e Calado (Zezinho). Técnico: Otto Glória
Gols: Águas (30min do 1º tempo), Cláudio (pênalti - 38min do 1º tempo) e Cláudio (41min do 1º tempo).

99) Corinthians 4 x 2 Atlético-MG - O primeiro jogo do Corinthians no Estádio do Pacaembu, que anos depois se tornaria a "casa" do time alvinegro.

Data: 29/09/1974
Torneio: Taça Cidade de São Paulo
Local: Estádio do Pacaembu - São Paulo/SP
Corinthians: Zico (Barcheta); Agostinho, Jango, Sebastião; Brandão, Dino; Lopes, Servílio, Teleco, Joane e Carlinhos. Técnico: Armando Del Debbio
Atlético-MG: Kafunga; Lynthom. Evando, Califa (Pedrinho); Jaime, Bala, Manja; Selado (Paulista), Hamílton, Nicola e Rezende. Técnico: Said
Gols: Servílio (4min do 1º tempo), Manja (11min do 1º tempo), Manja (13min do 1º tempo), Dino (23min do 1º tempo), Carlinhos (2min do 2º tempo) e Lopes (18min do 2º tempo).

100) Corinthians/Brasil 0 x 2 Arsenal-ING - Corinthians se torna o primeiro clube a representar a Seleção Brasileira, nesse amistoso realizado em Londres, diante de um frio de três graus negativos.

Data: 16/11/1965
Torneio: Amistoso
Local: Estádio Highbury - Londres/ING
Corinthians: Marcial; Galhardo (Jair Marinho), Eduardo, Clóvis; Édson, Dino Sani; Rivellino, Marcos, Flávio, Ney e Geraldo José (Gilson Porto). Técnico: José Teixeira e Oswaldo Brandão
Arsenal: Burns (Furnell); Howe, Storey, Neil; Court, McLintock, Skirton; Sammels, Baker, Eastham e Armstromg. Técnico: Billy Wright
Gols: Sammels (8min do 1º tempo) e Sammels (25min do 2º tempo).

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

HUUUUM DELICIOSA RECEITA BOLINHO DE PARMESÃO


Ingredientes

500 g parmesão ralado
50 g amido de milho
Dois ovos
Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo

Misturar todos os ingredientes até formar uma massa homogênea, fazer as bolinhas e fritar por imersão em óleo a 180º C. Sirva em seguida, e bom apetite!

FONTE : http://entretenimento.r7.com/receitas-e-dietas/noticias/faca-um-pratico-bolinho-de-parmesao-20091125.html

SITE OFICIAL ERRA E FEIO SOBRE HINO E BANDEIRA!

Site do governo erra informações sobre Hino, Brasão e Bandeira do BrasilTags: Símbolos Nacionais

Primeiro o link. Símbolos e hinos no site Brasil.gov.br

Agora os erros.

1. ERRO DE INFORMAÇÃO SOBRE O HINO NACIONAL.

O texto diz que o Hino Nacional Brasileiro foi composto por Francisco Manuel da Silva e a letra escrita por Joaquim Osório Duque Estrada, em 1822. Errado. Seria IMPOSSÍVEL que Joaquim Osório Duque estrada tivesse escrito a letra em 1822, porque ele só nasceria 48 anos mais tarde.


Segundo estudiosos, há controvérsias sobre a data exata da composição da melodia (1822 ou 1823) ,mas o projeto para a letra só começou em 1906 e a letra oficial foi adotada e 1922, portanto CEM ANOS MAIS TARDE, no centenário da independência. Um errinho de um século no site

2. ERRO NA DESCRIÇÃO DO BRASÃO

O site diz que ao redor do Brasão de Armas do Brasil " está uma coroa feita de ramos de café frutificado sobre um resplendor de ouro." Errado. São dois ramos, um ramo de café frutificado do lado esquerdo e um ramo de FUMO do lado direito. Portanto, nem é uma coroa, já que os ramos são diferentes. Veja o texto original do site:



Veja os dois raminhos, que provam que a pessoa que escreveu nem olhou para o Brasão. Veja, o da direita tem flores, o da esquerda tem café.


3. As cores da bandeira
Finalmente, o site diz que "Na época do império, as cores da bandeira, verde e amarela, simbolizavam as oliveiras em torno da casa real de Bragança e a casa imperial dos Habsburgos (da Imperatriz Leopoldina). Posteriormente, esses significados foram adaptados e a cor verde passou a simbolizar as nossas matas e florestas e o amarelo-ouro as riquezas. Por fim, a cor azul representa o céu e a branca, a paz." Mas, segundo consta, não há nada OFICIAL que diga que o verde é das matas, o amarelo do outro, o azul do céu e o branco da paz.

Ou seja, dos 4 símbolos nacionais, três estão com informações erradas no site oficial do Governo Brasileiro.
E depois dizem que a Vanusa é que erra o Hino!!!




PS¹ - Este post foi composto a partir das percepções do jornalista Iago Bolívar, que consultava o site para um trabalho.

PS² - ESTA MATÉRIA EU COPIE NA ÍNTEGRA DO BLOG "QUERIDO LEITOR DA ROSANA HERMANN"

VOCÊ PODE ACESSAR CLICANDO NESSE LINK: http://noticias.r7.com/blogs/querido-leitor/2010/08/18/site-do-governo-erra-informacoes-sobre-hino-brasao-e-bandeira-do-brasil/

OU BASTA CLICAR NO TITULO DESTE POST

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

BOICOTE APRENDA COM A ARGENTINA!

Lá pelos lados dos Pampas argentinos os hermanos ,no próximo dia 21 de agosto, eles irão, ou melhor, pretendem realizar um mega boicote contra as operadoras de telefonia celular. Os argentinos irão desligar os aparelhos das 12 às 13 horas.
Puxa isso podia acontecer no Brasil também né?

Porém sou a favor de que isso se estenda a outros bens de consumo nossos, tv a cabo, passagens aereas, passagens de transporte público...

Você sabia que a tarifação de ligações por telefônia móvel no Brasil é a segunda mais cara do mundo? SEGUNDA?? Pera aí segundo lugar no Brasil não vale e as operadoras estão fazendo o possível para se tornarem a primeira mais cara do mundo!

Você sabia que o nosso carro (ECHO EN BRASIL) que vai para o México acaba saindo mais barato do que aqui? Pois é os impostos lá são bem inferiores... E o PT diz que é do POVO TRABALHADOR? (meu pensamento... NÃO FERRA!!!)

Bom mas vamos ao que interessa. Que tal fazermos o mesmo ?
Porém melhor que eles, vamos desligar nossos celulares por 4 horas? Das 10 às 14 horas. Qual seria o rombo de prejuízo para as operadoras? E para os Governos?

700.000.000.000,00 caraca me perdi em zeros, esse número era o valor em impostos cobrados em SP até julho/ agosto. Agora fala sério nós somos trouxas? Nós somos palhaços?

Até quando essa roubalheira para sustentar luxos deles seremos nós quem pagaremos?

O pessoal num tom de brincadeira poderia me chamar de subversivo, mas não sou, sou apenas um pacato cidadão começando a se revoltar...

Vamos deixar de ser simples pacato cidadão que aceita de tudo para nos tornarmos cidadões de honra que defende os interesses de uma nação forte e HONESTA!


Somos livres para tomarmos as melhores atitudes para o BRASIL!

Vamos organizar uns boicotes?

Faça a sua parte

CANDIDATO E APRESENTADOR BRIGAM QUE VERGONHA!


O candidato ao Senado João Correia (à esquerda) e o jornalista Demóstenes Nascimento brigaram durante gravação de programa no Acre, nesta terça-feira (10)



Ambos registraram queixa na polícia, compareceram ao Instituto Médico Legal para exames de corpo de delito e ameaçaram represálias jurídicas



Correia sofreu escoriações no rosto e no joelho direito, além de uma lesão de tendão com desalinhamento de falange distal (dedo anular)





DEPOIS DE VER E OUVIR TUDO CHEGO A CONCLUSÃO TENHO VERGONHA DE CERTOS POLITICOS E CERTOS APRESENTADORES DE TV E RÁDIO DESSE NOSSO PAÍS!
FALO ISSO COM PROPRIEDADE SOU POLITICO , E PARA ME ESTREPAR NAS PROFISSÕES SOU RADIALISTA SETOR LOCUÇÃO RADIO E TV E APRESENTADOR DE TV.
´SÓ PEÇO A VC QUE LER ESSE BLOG ESSE POST MUITO CUIDADO EM QUEM VOCÊ VOTA, SEU VOTO VALE OURO E ELE É SEU E INTRANSFERÍVEL, NÃO SE CORROMPA NEM SEJA CORRUPTO POR VOTO!

terça-feira, 10 de agosto de 2010

AGORA É OFICIAL LICITAÇÃO ESTRADA PARATY CUNHA

Hoje 10 de agosto de 2010 ás 07:50 recebi em meu programa Clube Sertanejo pela Nova Fm 87,9 o Prefeito de Paraty José Carlos Porto Neto - Zezé, que veio em primeirão mão informar a população paratiense da grande novidade. Disse ele que ontem por volta de 23:00 recebeu um telefone do Governador do Estado Sérgio Cabral que a licitação das obras de pavimentação e instalação da Estrada RJ 165 Paraty Cunha estava aberta... Então hoje logo de manhã conforme palavras do Prefeito ele quis aproveitar a grande audiência do Clube Sertanejo e compartilhar desta notícia com a população.


Abaixo está na Integra a cópia da licitação:


Licitação




09/08/2010 - Aviso


A Assessoria de Licitações torna público que fará realizar as licitações abaixo especificadas:



PROCESSO Nº E-17/203.255/2010

REF: CONCORRÊNCIA ALC Nº 55/2010

TIPO: Menor Preço

OBJETO: “Obras de implantação, pavimentação, drenagem, obras de arte e contenções na RJ-165, Estrada Paraty – Cunha – Trecho: Parque Nacional Serra da Bocaina (PNSB), extensão 9,4 km”.

ORÇAMENTO OFICIAL: R$ 67.191.755,14 (incluído BDI de 16%)

PRAZO: 540 dias corridos

DATA DA LICITAÇÃO: 08/09/2010 às 10:00 horas.


Os Editais para consulta ou aquisição ao preço de R$ 50,00 (cada), estarão a disposição dos interessados, na Av. Presidente Vargas, 1.100, 10º andar - Centro – Rio de Janeiro, no Expediente da Assessoria de Licitações, no horário de 10 às 16 horas.


Fonte : http://www.der.rj.gov.br/licitacao_completo.asp?ident=171

sábado, 7 de agosto de 2010

NEVE NO BRASIL VIDEO SC

FLIP 2010 - TRISTEZA !

hoje venho aqui para escrever um pouco de meus pensamentos sobre FLIP 2010.
Que TRISTEZA! parece que definitivamente FLIP deveria mudar de sigla e passar a ser FLI$, oras uma festa literária onde tudo é caro, não estou falando da cidade não!!, estou falando apenas da FLIP. E pergunto se é uma festa literária porque os escritores não renomados não podem vender seus livros em Paraty na epóca da FLIP?
Concordo, com ressentimentos, que dentro da FLIP fica de fato impossível, pois a FLIP tem seu custo sim, mas proibir o direito do escritor comum de vender seu produto, o livro, na cidade? Escrevo isso não porque me disseram, mas porque no dia de ontem 06/08/2010 vi um segurança da FLIP, com botton da empresa que faz a segurança do evento, os quais "carinhosamente" aqui na cidade apelidamos de os MATRIX, e com rádio da FLIP e outras coisas que poderiam indentificá-lo como "funcionário da FLIP" agredindo verbalmente um escritor que tentava vender um livro para um turista de São Paulo por míseros R$ 19,99 aliás um livro de boa qualidade. No que esse segurança que passava pelo local na rua do Comércio esquina com rua da Lapa, deu um semi pescoção no autor e indagou se ele sabia que estava proibido de vender livros em Paraty sem ser na FLIP. Quem fez o meio campo para solucionar o problema foi o turista que por acaso era advogado em SP e fez um meio campo afastando o autor desse segurança. Agora te pergunto quem pensa que é essa FLIP? Eles vem a cidade se acham dono de tudo e eu como pagador de impostos e morador da cidade tenho que me submeter às regras deles? Não me venham dizendo que a FLIP deixa fortunas em Paraty que ela não deixa! Movimenta a cidade sim, isso ela faz e muito bem, emprega muitas pessoas? COncordo que sim, mas não é por esse motivo que a FLIP ou FLI$ pode se considerar dona de tudo.
Empresas de Paraty que poderiam servir algo a FLIP foram menosprezadas e preteridas por empresas de outras cidades do Brasil, acho que deveria haver uma lei onde depois de contratados todos os serviços prestados por empresas do munícipio sim seria permitido empresas de outras cidades atuar na FLIP ou em qualquer evento.
Mas não para por aí a minha tristeza com esse evento, tenho visto e lido em vários sites e jornais que cartunista americano Robert Crumb e seu famoso mau humor fazendo gestos sbcenos ao fotógrafos e a sua esposa mostrando língua, ora camarada se não quer aparecer em fotos de revistas, sites, jornais que estão na cobertura da FLIP que você fique em casa! Não venha a esta cidade e a este evento para ser mal educado! E o Salmam que foi entrevistado ao invés de moderado pelo Bocanera? Aquilo era entrevista para a GLOBO ou um debate sobre seu novo livro? O próprio Salmam teve de pedir para falar de livros e literatura!
Senhores e Senhoras será que esses fatos são necessários?
Será que a FLIP é apenas uma festa de R$ e ou U$?
Será que o pequeno autor que não foi convidao na FLIP nem para expor seu livro não tem o direito de vender seu livro na cidade?
Gostaria muito que a organização da FLIP revisse seus conceitos megalomaniacos!
E gostaria que a organização ainda na hora de fazer convite a certas pessoa vissem se ele é ou não mal educado!
Mas por outro lado devo dizer qua a FLIP é SIM muito importante para incentivar aos jovens a leitura e a escrita de um livro, livro que aos poucos está morrendo, será?

Desculpem minha revolta mas aquela cena do autor e o segurança me deixou profundamente magoado e pela falta de educação do Robert acho que foi a gota d'agua.
Loading...

Quem sou eu

Minha foto
Paraty, Rio de Janeiro, Brazil
Sou radialista formado pelo SENAC - LAPA Hoje trabalho na Rádio Nova fm 87,9 de Paraty e trabalhei na TV paraty.com PARA OUVIR A RÁDIO PELA INTERNET ACESSE: www.novaondafm.net PARA VER os vídeos do meu programa de esporte, FLIP, Carnaval e transmissões esportivas acesse A TV PARATY.COM no site www.paraty.com